Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
1 Fevereiro 2015 | ROMA, ITÁLIA

A liturgia para lembrar Modesta "santa" dos sem abrigo, símbolo da reconciliação pela cidade de Roma

Com a memória que se fez hoje em Santa Maria in Trastevere, começou uma longa série de liturgias em que os pobres, mortos pela vida na rua, são lembrados pelo nome, como parte da família de Sant'Egidio

 
versão para impressão

Centenas de pessoas, incluindo muitas mulheres e homens sem abrigo, encheram esta manhã a Basílica de Santa Maria in Trastevere. A celebração da Comunidade de Sant'Egidio lembrava todos os "amigos de rua" que perderam a vida, muitas vezes no abandono, na solidão, na pobreza, a que a Comunidade se fez próxima através do serviço das mesas dos pobres, do acolhimento, da ajuda diária.

São mais de duzentos os nomes mencionados durante a liturgia, enquanto por cada um deles era acesa uma vela nos castiçais dourados ao lado do altar da basílica romana. Cerimônias semelhantes serão realizadas nestes dias em lugares - na Itália e no exterior - onde a Comunidade de Sant'Egidio vive e está ao lado de quem vive e morre sem abrigo(veja a lista).

A iniciativa foi lançada a partir da memória de uma mulher idosa romana, Modesta Valenti, sem abrigo, que se refugiou durante a noite para dormir na Estação Termini. Era o dia 31 de Janeiro de 1983, quando adoeceu e morreu depois de horas de agonia, sem socorro, porque a equipa da ambulância se recusou de levá-la a bordo: devido às condições em que vivia, era suja.

Recordar Modesta Valenti - disse o fundador da Comunidade de Sant'Egidio, Andrea Riccardi - é importante para os sem abrigo, mas também para aqueles que têm uma casa, porque é um símbolo de reconciliação para toda a cidade de Roma e para a Itália, numa época de crise como a actual, em que registamos o dobro da participação dos pobres nos almoços de Natal que organizamos todos os anos".

Comentando na homilia sobre o Evangelho de Marcos, que narra a cura de um homem possuído por um demônio, o padre Vittorio Ianari disse que o "espírito imundo", que deve ser expulso da existência das pessoas de hoje é "o espírito de resignação que nos leva a aceitar passivamente o desenrolar dos acontecimentos, sem intervir para mudá-los para o melhor".

No final da celebração, todos os presentes participaram de um almoço oferecido pela Comunidade de Sant'Egidio, nas instalações da Basílica


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
25 Março 2011

Würzburg (Alemanha) - Oração em memória dos pobres mortos por viverem na rua

IT | EN | DE | FR | PT | NL
18 Maio 2010

"Nápoles cidades de todos, Nápoles cidades para o mundo": uma caminhada para dizer Não ao racismo

IT | EN | ES | DE | PT | CA | NL | ID
21 Dezembro 2009

Novara: Inauguração do refeitório da Comunidade de Sant’Egidio para os pobres.

IT | ES | DE | FR | PT | CA | NL | ID
10 Novembro 2009

Pádua (Itália): Congresso "Cidade do Santo, cidade de todos: Pádua e os pobres da rua" organizado pela Comunidade de Sant’Egidio

IT | ES | FR | PT | CA | NL
4 Maio 2009

Roma: 1° de Maio festa para as pessoas sem-abrigo

IT | EN | FR | PT | ID
todas as notícias
• IMPRIMIR
2 Abril 2017
La Vanguardia

La Michelin de los pobres

20 Março 2017
Main-Post

Zum Gedenken an die Einsamen

26 Fevereiro 2017
Il Mattino

Sant'Egidio: 270 clochard morti in Campania negli ultimi anni

10 Fevereiro 2017
FarodiRoma

Sant’Egidio ricorda Modesta Valenti, “caduta per l’inaccoglienza”

6 Fevereiro 2017
Avvenire

Roma. Sant'Egidio: una candela in ricordo dei senzatetto morti

5 Fevereiro 2017
La Repubblica - Ed. Roma

Roma, S.Egidio: centinaia senzatetto in chiesa contro l'indifferenza

todos os press releases
• DOCUMENTOS

La GUÍA "DÓNDE comer, dormir, lavarse" 2016

todos os documentos

FOTOS

1602 visitas

1597 visitas

1594 visitas

1659 visitas
todos os meios de comunicação relacionados