Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
5 Novembro 2015 | ADJUMANI, UGANDA

Em nome da paz e da instrução: mais de 1000 estudantes na escola do campo de refugiados de Nyumazi.

 
versão para impressão

“The School of Peace” a escola primaria, aberta no norte do Uganda pela Comunidade de Sant’Egidio juntamente com a diocese de Arua acolhe mais de 1000 refugiados do Sudão do Sul que frequentam os primeiros 5 anos do ensino primário. Em Setembro tiveram uma visita especial: Monsenhor Sabino Odoki (Bispo de Arua) e alguns amigos da comunidade – uma perita de linguística e um técnico especialista em agua e energia – acompanhados pela comunidade de Adjumani estiveram no Nyumanzi Settlement.

O grande campo de refugiados  (Settlement) de Nyumanzi onde surgiu a escola não é longe de Adjumani onde esta presente a Comunidade de Sant'Egidio. No recenseamento a população jovem abaixo de 17 anos é aproximadamente 64%. No final de abril de 2015 a população completa chega a 27.866 pessoas.

A visita constituiu uma ocasião para conhecer melhor os estudantes da escola, recolher testemunhos das suas histórias e os acontecimentos que os levaram até ao Uganda e a Nyumanzi e constituiu uma ocasião para reforçar a colaboração de algumas agências internacionais como a UNICEF que estima e apoia a nossa escola porque “oferece garantias de qualidade e sustentabilidade”.

A idade média dos estudantes é de 10,9 anos mas entre eles há um belo grupo de adolescentes, pelo menos 30 têm mais de 16 anos e cerca de 120 têm entre 14 e 15 anos. Os mais pequenos (5-7 anos) são uma centena. Surpreendeu-nos a chegada de um primeiro  grupo de habitantes do Uganda (não refugiados) que escolheram propositadamente a nossa escola da aldeia de Ovuvu (junto À fronteira de Panzaala Port) percorrendo diariamente a pé os cinco quilómetros de estrada vermelha que os separa de Nyumazi.

A maioria é originária do Jonglei State, o maior estado do Sudão do Sul, onde a população é predominantemente dinka. Em particular muitos refugiados vêm da cidade de Bor (Capital do Jonglei) e de “Duk Country” mais a norte. A zona foi atacada pelos rebeldes de Reik Machar entre o final de 2013 e início de 2014. De Bor até à fronteira com o Uganda são quase 400 Km, uma distância que quase todos levaram muitos dias a fazer, muitas vezes parando na capital Juba (metade do trajeto) e ultrapassando uma fronteira não oficial, em barcos que fazem a travessia do Nilo Branco nas proximidades de Panzaala Port.

No decorrer da visita durante uma semana foi feito um reconhecimento da disponibilidade de água na zona. A construção de um poço de água doce é uma das primeiras coisas que queremos fazer para melhorar a qualidade de vida das crianças e foi considerada a possibilidade de dotar a escola com outros serviços (casas de banho com recolha de água da chuva, energia elétrica, novas salas e espaços recreativos) e de construir um novo bloco de salas.

Os pais estão particularmente orgulhosos de enviar os seus filhos à nossa escola e fizeram coser as divisas para os seus filhos onde está um logo da escola (criado por eles) onde se lê claramente “The School of Peace” e Community of Sant’Egidio. Sabemos bem quão é forte a ligação entre a paz e a educação. No Sudão do Sul (onde em Agosto foi assinado um novo e frágil acordo entre as fações) e em toda a África há uma grande necessidade de paz e educação.

Muitos disseram-nos que a escola é uma resposta num momento de grande dificuldade e sofrimento, porque foi um sinal de confiança nas relações de todas as suas comunidades e confiança produz esperança no futuro, algo de que tinham grande necessidade.


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
27 Fevereiro 2017
ROMA, ITÁLIA

Refugiados, um ano de corredores humanitários comemorado hoje com uma nova chegada do Líbano

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | NL
22 Fevereiro 2017

A nossa resposta comum às migrações é em quatro verbos: acolher, proteger, promover e integrar.

IT | DE | FR | PT
8 Fevereiro 2017
BUKAVU, REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

Dia contra o tráfico: a história Moise e Samuel, da condição de "invisível" a um diploma profissional

IT | ES | DE | FR | PT | RU
30 Janeiro 2017
ROMA, ITÁLIA

Mais de 540 refugiados da Síria em segurança com #corridoiumanitari! Obrigado aos que realizaram o sonho!

IT | EN | ES | DE | FR | PT | RU
20 Dezembro 2016
FAISALABAD, PAQUISTÃO

Prémio do Ministério dos Direitos Humanos do Paquistão à Comunidade de Sant'Egidio pelo seu trabalho com os pobres

IT | EN | DE | FR | PT | NL | ID
13 Dezembro 2016
BLANTYRE, MALAVI

A viagem da esperança de quatro rapazes do Malawi dura 15 horas e termina em ... Sant'Egídio

IT | ES | DE | PT
todas as notícias
• IMPRIMIR
23 Março 2017
Famiglia Cristiana

Profughi, la rotta della salvezza

21 Março 2017
Clarín

El Papa Francisco, los refugiados y los corredores humanitarios

10 Março 2017
Vida Nueva

El cardenal Blázquez aborda con Rajoy la acogida de refugiados

28 Fevereiro 2017
El Pais (Spagna)

Un grupo católico de Italia recibe más refugiados que 15 países de la UE

27 Fevereiro 2017
L'huffington Post

Andrea Riccardi: Un anno di corridoi umanitari. L'integrazione protegge più dei muri

27 Fevereiro 2017
News.va

Siria: 50 profughi in Italia grazie ai corridoi umanitari

todos os press releases
• DOCUMENTOS

Dossier: What are the humanitarian corridors

todos os documentos
• LIVROS

Trialoog





Lannoo Uitgeverij N.V

Dopo la paura, la speranza





San Paolo
todos os livros

FOTOS

1128 visitas

1057 visitas

856 visitas

1028 visitas

874 visitas
todos os meios de comunicação relacionados