Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
20 Abril 2016 | BAMAKO, MALI

Sant'Egidio faz dialogar jovens cristãos e muçulmanos que, graças aos pobres, aprendem a viver juntos

 
versão para impressão

A Comunidade de Santo Egídio Bamako, apesar da fase difícil que o Mali está a passar e que ameaça a coexistência, acolheu o convite do Papa Francisco de celebrar o Jubileu da Misericórdia, tornando-a também uma oportunidade de encontro e de diálogo com os jovens muçulmanos. Cerca de cem jovens se reuniram para uma conferência, para descobrir o que une e deixar de lado o que divide.

Ambos os oradores, Etienne Coulibaly e Idrissa Yarga (um cristão e um muçulmano do Centro inter-religioso Fé e Encontro), destacaram a riqueza de bem que brota dos crentes que amam o livro sagrado e põem em prática a compaixão para com o próximo: "A misericórdia une, torna-nos capazes de perdão e faz com que sejamos bons crentes que querem ousar construir uma casa comum onde viver juntos em paz entre diferentes".

Durante o encontro, os jovens cristãos e muçulmanos debateram o tema da caridade e da hospitalidade aos pobres, alguém disse "Misericórdia é ter um coração que bate para os pobres, as Escrituras dizem-nos que no coração de Deus há uma predileção pelos pobres, viúvas e órfãos".

A conferência é o primeiro de uma série de eventos organizados pela Comunidade de Sant'Egidio, neste ano jubilar em Mali para promover o diálogo entre diferentes religiões e novas gerações, que mesmo na misericórdia e nos pobres encontram o terreno ideal para construir juntos uma sociedade pacífica e mais justa para todos.