Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
22 Fevereiro 2017

A nossa resposta comum às migrações é em quatro verbos: acolher, proteger, promover e integrar.

Conjugá-los é um dever de justiça, de civilização e de solidariedade.

 
versão para impressão

 Há um dever de solidariedade. Diante das tragédias que «marcam a fogo» a vida de numerosos migrantes e refugiados — guerras, perseguições, abusos, violências e mortes — não podem deixar de brotar espontaneamente sentimentos de empatia e de compaixão. «Onde está o teu irmão?» (cf. Gn 4, 9): esta pergunta, que desde as origens Deus dirige ao homem, interpela-nos hoje especialmente a respeito dos irmãos e das irmãs migrantes: «Esta não é uma pergunta feita a outrem; é uma pergunta posta a mim, a ti, a cada um de nós».

 
A solidariedade nasce exatamente da capacidade de compreender as necessidades do irmão e da irmã em dificuldade, e de as assumir. Em síntese é sobre isto que se funda o valor sagrado da hospitalidade, presente nas tradições religiosas. Para nós, cristãos, a hospitalidade concedida ao forasteiro necessitado de amparo é oferecida ao próprio Jesus Cristo, que se identificou com o estrangeiro: «Eu era forasteiro e vós recebestes-me»(Mt 25,35).

O texto completo do discurso do Papa Francisco aos participantes do Congresso sobre "Migrações e Paz" 21/2/2017


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
23 Agosto 2017

A nossa resposta comum perante a situação dos migrantes e dos refugiados:acolher, proteger, promover e integrar

IT | ES | DE | FR | PT
10 Novembro 2017

É preciso rejeitar a cultura do descarte e cuidar das pessoas que sofrem as desigualdades mais dolorosas

IT | EN | ES | FR | PT
20 Outubro 2015

No actual contexto do Médio Oriente é decisivo como nunca que se faça a paz na Terra Santa:

IT | DE | PT
todas as notícias
• IMPRIMIR
17 Setembro 2017
La Vanguardia

Corredores de paz

6 Julho 2017
Vida Nueva

Francia ya cuenta con su corredor humanitario para refugiados

20 Novembro 2016
Catalunya Cristiana

«Ser refugiada és començar de zero»

29 Julho 2016
El Mundo

El Papa pide a los jóvenes que sean "sembradores de esperanza"

4 Maio 2016
RTVE.es

'Corredores humanitarios' para refugiados, cruzar el Mediterráneo para vivir, no para morir

todos os press releases
• PENA DE MORTE NO
10 Outubro 2017

On 15th World Day Against the Death Penalty let us visit the poorest convicts in Africa

7 Outubro 2015
UNITED STATES

The World Coalition Against the Death Penalty - XIII world day against the death penalty

5 Outubro 2015
EFE

Fallece un preso japonés tras pasar 43 años en el corredor de la muerte

24 Setembro 2015

Pope Francis calls on Congress to end the death penalty. "Every life is sacred", he said

12 Março 2015
Associated Press

Death penalty: a look at how some US states handle execution drug shortage

12 Março 2015
AFP

Arabie: trois hommes dont un Saoudien exécutés pour trafic de drogue

9 Março 2015
AFP

Peine de mort en Indonésie: la justice va étudier un appel des deux trafiquants australiens

9 Março 2015
AFP

Le Pakistan repousse de facto l'exécution du meurtrier d'un critique de la loi sur le blasphème

9 Março 2015
Reuters

Australia to restate opposition to death penalty as executions loom in Indonesia

28 Fevereiro 2015
UNITED STATES

13 Ways Of Looking At The Death Penalty

15 Fevereiro 2015

Archbishop Chaput applauds Penn. governor for halt to death penalty

11 Dezembro 2014
MADAGÁSCAR

C’est désormais officiel: Madagascar vient d’abolir la peine de mort!

ir para nenhuma pena de morte
• DOCUMENTOS

Dossier: What are the humanitarian corridors

todos os documentos