Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
28 Agosto 2013 | MOÇAMBIQUE

Moçambique: Sant'Egidio trabalha contra a preocupante tensão social que se torna violência generalizada.

Um convite para a reflexão e a reconciliação. Em várias cidades do país rezam-se orações pela paz. Efficaz a campanha da Comunidade contra os linchamentos.

 
versão para impressão

 

Nos últimos meses, Moçambique está a viver algumas tensões políticas e sociais preocupantes, o que, infelizmente, muitas vezes, resulta em violência. 

Em particular, no Maputo e na Beira a tensão social cada vez mais assume a aparência de violência generalizada, o que traz consigo morte e medo. Notícias de gangues de ladrões que atacam as casas nos arredores da capital, roubando, estuprando, torturando e matando pessoas, provocou a reação dos cidadãos que se organizaram em patrulhas noturnas, armados com catanas e facas, para garantir a segurança das suas casas. Infelizmente, durante as patrulhas noturnas foram mortas várias pessoas inocentes.

 A violência na Beira ainda assume a forma do linchamento de supostos ladrões. O último caso foi o de um jovem de cerca de 30 anos, de que ainda não se conhece o nome, linchado a 11 de Agosto às 3 da madrugada no bairro central de Matacuane, acusado de tentado assalto contra um Txopela. 

As Comunidades de Sant'Egidio em Moçambique, que sempre lutam contra a violência e trabalham para a reconciliação, não somente manifestaram preocupação com a onda de violência que está a crescer no país, mas convidaram para momentos de oração e reflexão, para tentar apagar o rancor e ódio que todos vivem dentro de si mesmos.

No Maputo realizar-se-á num futuro próximo uma oração junto com o bispo auxiliar da cidade.

Na Beira cerca de mil pessoas participaram num um momento de oração pela paz e a reconciliação que se realizou a 17 de Agosto na paróquia de São João Baptista, em pleno bairro onde se praticou o último linchamento.

Durante a homilia, o pároco, padre Abel (missionário jesuíta), convidou os presentes a soltar a pedra da violência que cada um tem nas suas mãos. É por isso que ele convidou a todos para pedir perdão pelos seus próprios sentimentos de ódio e violência, escrevendo-os em papelinhos, que foram, então, simbolicamente, queimados num braseiro. Finalmente, o pároco, referindo-se às palavras do Papa Francisco em Lampedusa, disse que o sangue dos linchados ofende a Deus e que o do último linchado chega até Deus e Deus perguntar-nos-á, onde está o teu irmão? As vítimas de linchamentos, concluiu o Padre Abel, culpado ou não, são nossos irmãos e nós somos responsáveis por eles.

Também a Comunidade, na sua mensagem, lembrou a última vítima de linchamento, afirmando que, embora seu nome ainda é desconhecido, não o é para Deus que conhece, ama e perdoa todos os homens. Ecoando as palavras do Papa Francisco, a Comunidade convidou a todos para não ter medo da bondade e da ternura, e de ter como modelo a mansidão de Jesus. Lembrou, finalmente, que a violência doss linchamento só gera mais ódio e mais violência e que todos podem facilmente ser vítima de linchamento.

Por conseguinte, depois oração, a Rádio Moçambique convidou um representante da Comunidade de Sant'Egidio para participar num debate na rádio que foi realizado a 22 de Agosto às 20 horas. Durante o debate salientou-se, a partir dos dados da polícia, que na Província de Sofala (da ual a Beira é capital) no ano passado foram até reportados oito casos de linchamento, mas nenhum deles ocorreu no bairro da Munhava (onde no passado havia muitos linchamentos), após a Comunidade de Sant'Egidio ter organizado na paróquia do bairro uma oração pela paz e reconciliação para parar com a prática do linchamento como forma de se fazer justiça. Nos telefonemas, durante a transmissão, muitos cidadãos concordaram com a Comunidade que o linchamento não serve paraacabar com a violência  e que é cada vez mais necessário encontrar outros caminhos, como o da oração.


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
16 Novembro 2016
BEIRA, MOÇAMBIQUE

o Jubileu da Misericórdia na periferia africana: a oração de Sant'Egidio com os idosos de Nhangau

IT | ES | DE | PT
5 Outubro 2016
MAPUTO, MOÇAMBIQUE

Em Moçambique a 4 de Outubro o encontro das religiões pela paz

IT | PT
4 Outubro 2016

Sant'Egidio e Moçambique, a história de uma paz - e de uma amizade - que hoje completa 24 anos

IT | DE | FR | PT
11 Setembro 2016

Jubileu da Misericórdia com mais de 500 crianças em Pemba, Moçambique

IT | ES | DE | FR | PT
30 Agosto 2016

A aula dos refugiados moçambicanos de Luwani aos Jovens pela Paz: a esperança é mais forte do que o mal

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | RU
23 Agosto 2016
MAPUTO, MOÇAMBIQUE

As crianças da Matola em exploração da cidade com os amigos de Barcelona e Livorno

IT | ES | DE | FR | PT | CA | RU
todas as notícias
• IMPRIMIR
1 Dezembro 2016
Il Piccolo

«Chi chiede l'elemosina è vittima di pregiudizi»

22 Novembro 2016
Giornale di Sicilia

«In difficoltà soprattutto gli anziani che per anni hanno aiutato figli e nipoti»

28 Outubro 2016
Sette: Magazine del Corriere della Sera

Andrea Riccardi. Il paradosso della Chiesa di Francia

18 Outubro 2016
Affari Italiani

A Roma non c'è spazio per i nuovi poveri. Mense affollate e pochi dormitori

7 Outubro 2016
ASCA

Comunità di Sant'Egidio: nessuno è vaccinato contro la povertà

5 Outubro 2016
Avvenire

Marco Impagliazzo: Nel tempo del noi

todos os press releases
• DOCUMENTOS

La Comunità di Sant'Egidio e i poveri in Liguria - report 2015

Sintesi, Rapporti, Numeri e dati sulle persone senza dimora a Roma nel 2015

Le persone senza dimora a Roma

La povertà in Italia

Alcune storie raccolte al telefono della Comunità di Sant’Egidio - 2014

Guida DOVE Mangiare, dormire, lavarsi - Padova 2014

todos os documentos
• LIVROS

Le città vogliono vivere





Giuliano Ladolfi Editore

Religioni e violenza





Francesco Mondadori
todos os livros

FOTOS

159 visitas

146 visitas

146 visitas

155 visitas

156 visitas
todos os meios de comunicação relacionados

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri