Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
6 Outubro 2013 | ROMA, ITÁLIA

As palavras do Papa Francisco no Angelus

Vídeo e texto. Na Praça de São Pedro também os representantes da Comunidade de Sant'Egidio da Ásia

 
versão para impressão

Hoje,os  representantes da Comunidade de Sant’Egidio, de alguns países asiáticos - Paquistão, Indonésia, Camboja, Filipinas e Hong Kong - que estão em Roma para um congressosobre "A Coragem de Esperança", participaram da oração do Angelus com Papa Francisco na Praça de São Pedro.

Referimos as palavras do Papa, que no fim da oração dirigiu também a eles a sua saudação carinhosa


ASSISTA AO VÍDEO no YouTube>

 

O texto do discurso proferido pelo Papa:

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

Em primeiro lugar, gostaria de dar graças a Deus pelo dia que passei em Assisanteontem. Pensai que era a primeira vez que ia a Assis e foi um grande dom fazer esta peregrinação precisamente na festa de são Francisco. Agradeço ao povo de Assis o acolhimento caloroso: muito obrigado!

Hoje, o trecho do Evangelho começa assim: «Os apóstolos disseram ao Senhor: “Aumenta a nossa fé!”» (Lc 17, 5-6). Tenho a impressão de que todos nós podemos fazer nossa esta invocação. Como os apóstolos, também nós dizemos ao Senhor Jesus: «Aumenta a nossa fé!». Sim, Senhor, a nossa fé é pouca, a nossa fé é débil, frágil, mas oferecemo-la a ti assim como é, para que Tu a faças crescer. Parece bom repetirmos juntos: «Senhor, aumenta a nossa fé»? Façamo-lo? Todos: Senhor, aumenta a nossa fé! Senhor, aumenta a nossa fé! Senhor, aumenta a nossa fé! Faz com que ela cresça!

E o Senhor o que responde? Diz: «Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: “Arranca-te daí e planta-te no mar” e ela obedecer-vos-ia» (v. 6). A semente de mostarda é muito pequena, contudo Jesus diz que é suficiente ter um pouco de fé, mas deve ser verdadeira, sincera, para fazer coisas humanamente impossíveis, impensáveis». Todos conhecemos pessoas simples, humildes, mas com uma fé fortíssima que deveras movem as montanhas! Pensemos, por exemplo, em certas mães e pais que enfrentam situações muito difíceis; ou em certos doentes, até gravíssimos, que transmitem serenidade a quem os vai visitar. Estas pessoas, precisamente pela sua fé, não se vangloriam do que fazem, aliás, como exorta Jesus no Evangelho, afirmam: «Somos servos inúteis. Fizemos o que devíamos fazer» (Lc 17, 10). Quantas pessoas no meio de nós possuem esta fé forte, humilde, e que faz tão bem!

Neste mês de Outubro, que é dedicado em particular às missões, pensemos nos muitos missionários, homens e mulheres, que para anunciar o Evangelho superaram obstáculos de todos os tipos, e deram verdadeiramente a vida; como diz são Paulo a Timóteo: «Não te envergonhes, portanto, do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, seu prisioneiro; participa comigo nos trabalhos do Evangelho» (2 Tm 1, 8). Isto diz respeito a todos: cada um de nós, na nossa vida diária, pode dar testemunho de Cristo, com a força de Deus, a força da fé. A pouca fé que temos, mas que é forte! Com esta força podemos dar testemunho de Jesus Cristo, ser cristãos com a vida, com o nosso exemplo!

E de onde tiramos esta força? De Deus, na oração. A oração é o respiro da fé: numa relação de confiança, de amor, não pode faltar o diálogo, e a oração é o diálogo da alma com Deus. Outubro é também o mês do Terço, e neste primeiro domingo é tradição recitar a Súplica a Nossa Senhora de Pompeia, à Bem-Aventurada Virgem Maria do Santo Rosário. Unamo-nos espiritualmente a este acto de confiança em nossa Mãe, e recebamos das suas mãos o Rosário: o Terço é uma escola de oração, uma escola de fé!


DEPOIS DO ANGELUS

Queridos irmãos e irmãs,

ontem, em Modena, foi beatificado Rolando Rivi , um seminarista daquela terra , a Emília, que foi morto em 1945, quando ele tinha 14 anos, em ódioà sua fé, culpado apenas de vestir uma batina nesse período de violência desencadeada contra o clero, que levantava a voz para condenar em nome de Deus os massacres, no imediato pós-guerra . Mas a sua fé em Jesus vence o espírito do mundo! Vamos dar graças a Deus por este mártir jovem, heróico testemunha do Evangelho. E quantos jovens de 14 anos, hoje, têm diante dos seus olhos este exemplo: um jovem corajoso, que sabia para ir, conhecia o amor de Jesus em seu coração e deu a sua vida por Ele. Um belo exemplo para os jovens!

Gostaria de recordar juntamente convosco as pessoas que perderam a vida em Lampedusa, na quinta-feira passada. Rezemos todos em silêncio por estes nossos irmãos e irmãs: mulheres, homens, crianças... Deixemos que o nosso coração chore. Rezemos em silêncio.

Saúdo com carinho todos os peregrinos, em especial as famílias e os grupos paroquiais. Saúdo os fiéis da cidade de Mede, aqueles de Poggio Rusco, e os jovens de Zambana e Caserta.

Um pensamento especial para a comunidade peruana de Roma, que trouxe em procissão a imagem sagrada do “Señor de los Milagros” . Vejo de aqui esta imagem, ali, no meio da praça. Saudamos todos o Señor de los Milagros, ali, na praça! Saúdo os fiéis do Chile e do grupo Bürgerwache Mengen da diocese de Rottenburg -Stuttgart, na Alemanha.

Saúdo o grupo de mulheres que vieram de Gubbio, pela chamada "Via Francigena Franciscana"; saúdo os responsáveis da Comunidade de Sant’Egidio de vários Países asiáticos - são bons, estes de Sant'Egidio! Saúdo os doadores de sangue da ASFA de Verona e os do AVIS de Carpinone; o Conselho Nacional do AGESCI, o grupo de aposentados do Hospital Sant'Anna em Como, o Instituto das Canossianas de Brescia e a Associação "Missão Effatà".

Desejo a todos um bom domingo. Bom almoço e até à próxima!

 

 

 

 

 


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
20 Setembro 2016
ASSIS, ITÁLIA

Os cristãos árvores de vida que absorvem a indiferença: Papa Francisco na oração pela paz em Assis

IT | EN | ES | DE | PT | HU
12 Novembro 2016
ROMA, ITÁLIA

Jubileu dos marginalizados: Papa Francisco pede perdão aos pobres em nome de todos os cristãos

IT | ES | DE | FR | PT | HU
23 Junho 2016
CIDADE DO VATICANO

Papa Francisco recebe Andrea Riccardi e incentiva os corredores humanitários para os refugiados

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | UK
6 Maio 2016

O Prémio Carlos Magno ao Papa. Riccardi: 'Sonhar e trabalhar com Francisco para um novo humanismo europeu'

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | RU
12 Março 2016

Três anos com Papa Francisco, para construir pontes e não muros. O dom de um novo impulso missionário.

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | NL
7 Março 2016
ROMA, ITÁLIA

VÍDEO - as palavras do Papa Francisco no Angelus sobre os corredores humanitários

IT | EN | ES | FR | PT | CA
todas as notícias
• IMPRIMIR
21 Março 2017
Clarín

El Papa Francisco, los refugiados y los corredores humanitarios

21 Setembro 2016
Diario Co Latino

“Las Iglesias solo queremos la paz”: Jaime Aguilar

21 Setembro 2016
El Pais (Spagna)

El papa Francisco pide que ante la guerra no haya "división entre las religiones"

15 Setembro 2016
Iglesia en directo

Asís: el diálogo interreligioso por la paz, 30 años después

29 Julho 2016
El Mundo

El Papa pide a los jóvenes que sean "sembradores de esperanza"

6 Março 2016
La Vanguardia

El Papa alaba "el signo de paz" del proyecto italiano de pasillo humanitario para traer mil refugiados sirios en 2 años

todos os press releases
• PENA DE MORTE NO
24 Setembro 2015

Pope Francis calls on Congress to end the death penalty. "Every life is sacred", he said

26 Outubro 2014

Sant'Egidio with the Pope for the commitment against the death penalty

25 Outubro 2014
MANILA, FILIPINAS

NO JUSTICE WITHOUT LIFE: Asia for life

10 Outubro 2014
MANILA, FILIPINAS

1st Asia Pacific Dialogue on human rights and respect for human dignity International Conference: No justice without life

ir para nenhuma pena de morte
• DOCUMENTOS

Intervención de Jaime Aguilar, de la Comunidad de Sant'Egidio de San Salvador

todos os documentos

FOTOS

216 visitas

180 visitas

181 visitas

108 visitas

237 visitas
todos os meios de comunicação relacionados