Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
20 Novembro 2013

Dia Mundial da Infância e da Adolescência: Sant’Egidio ao lado de crianças

 
versão para impressão

No Dia Mundial da Criança e da Adolescência, pensamos nas muitas crianças que vivem em condições precárias em tantas partes do mundo, inclusive em Itália. Muitas crianças não recebem ainda educação que é o factor mais eficaz no desenvolvimento humano. 67 milhões de crianças não conhecem a escola, a maioria destas vivem na África sub-saariana. 42% das crianças sem escola vivem em países em guerra.

Estes são apenas alguns números assustadores, mas para a Comunidade de Sant’Egídiob estes dados representam situações reais, crianças reais que encontramos em muitas partes do mundo, que protegemos e ajudamos a estudar e a crescer. São crianças da Guiné que têm de comprar a cadeira para poderem ir à escola, e, portanto, muitas vezes não vão. São crianças moçambicanas que têm aulas debaixo de uma árvore aos grupos de 150 São crianças do Malawi que vivem em aldeias remotas e têm que andar horas para chegar à escola. São as crianças ajudadas pela nossa Comunidade no Norte do Uganda, forçadas a fugir da guerra, muitas vezes sem os pais. São chamadas night commuters (passageiros da noite), porque assim que cai a noite fogem das suas aldeias para buscar refúgio nas cidades onde buscam abrigo e segurança que não encontram. São as crianças que são raptadas e forçadas a entrar nos bandos dos rebeldes.

Muitas delas trabalham, como na Ásia, desde muito cedo, para ajudar as famílias, para ganhar algum dinheiro para viver, ou melhor para sobreviver. Também os milhões de crianças de rua: encontramo-los na América Latina, na Ásia, na África; é demasiado fácil acabar na rua.

Para todas estas crianças a participação nas Escolas da Paz, que a Comunidade de Sant’Egídio dirige em todos os países onde está presente, torna-se uma defesa da vida. Aqui, as crianças de rua, que já não têm família e sofrem de solidão e desespero, encontram o amor e a serenidade que tanto precisam, junto com uma grande família.

Há pelo menos 60 mil crianças que cada ano frequentam as nossas “Escolas da Paz”, na Europa, Ásia, África e América. É aqui que se aprende a ler e a escrever, mas onde também se encontra a amizade e onde o mundo se torna menos hostil e cessa de amedrontar. Desencadeiam-se processos de extraordinária eficácia para encontrar a esperança, para permanecer no próprio país de origem com a capacidade de melhorar a própria condição de vida e a dos outros. É aqui que se aprende a crescer sem identificar o outro como uma ameaça ou um inimigo, como no Ruanda e no Burundi, onde Hutus e Tutsis estudam juntos; ou crianças na Indonésia, onde crianças cristãs e muçulmanas celebram juntas as férias; mas também na Europa, onde as crianças vencem os preconceitos contra os ciganos ou imigrantes, e jovens das grandes periferias que não são deixados sozinhos com a tentação da violência e da agressividade.

 As Escolas da Paz são uma formidável lição de amor para as crianças que não o conhecem ou que receberam pouco amor. São para as crianças que podem finalmente aprender a amar, porque são amadas. Algumas, pela primeira vez, na Escola da Paz, saboreiam a felicidade de ser amadas. Estas crianças vivem a hospitalidade e a amizade incondicional. Elas tornam-se conscientes do grande dom da paz e aprendem fortemente a rejeitar a violência e a guerra. Este é um dos mais belos frutos de nossas escolas da paz, verdadeiramente Escolas da Paz, num mundo que ensina a violência.


 
 
 
Para mais informações visite também:
 
 
 

 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
20 Novembro 2016

Dia mundial dos direitos da criança: Sant'Egidio ao lado das crianças

IT | ES | DE | PT | HU
16 Novembro 2016
ADJUMANI, UGANDA

Um novo ano rico em novidades para as crinaças refugiadas da Escola da Paz de Nyumanzi

IT | EN | ES | DE | PT | ID
10 Novembro 2016
GOMA, REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

Um novo ano começa para as crianças do campo de refugiados de Mugunga na Escola de Sant'Egidio

IT | DE | FR | PT
5 Outubro 2016

5 de Outubro, World Teacher's day: Todos à escola... da paz!

IT | EN | ES | DE | PT | RU | ID | HU
5 Outubro 2016
MOHALES HOEK, LESOTO

Cresce-se na Escola da Paz também em Lesoto, o pequeno país no sul da África

IT | ES | DE | FR | PT
28 Setembro 2016

Dar a vida para os mais pequenos e para a paz: a memória de William Quijiano, morto sete anos atrás, em San Salvador

IT | ES | DE | PT | RU | HU
todas as notícias
• IMPRIMIR
7 Dezembro 2016
Il Secolo XIX

Spettro povertà, l'aiuto riparta dalle periferie

1 Dezembro 2016
Il Piccolo

«Chi chiede l'elemosina è vittima di pregiudizi»

24 Novembro 2016
Famiglia Cristiana

Andrea Riccardi: Servizio civile. Scuola di cittadini

22 Novembro 2016
Giornale di Sicilia

«In difficoltà soprattutto gli anziani che per anni hanno aiutato figli e nipoti»

20 Outubro 2016
Corriere di Novara

S. Egidio: «Dobbiamo ipotizzare un nuovo modello di accoglienza»

18 Outubro 2016
Affari Italiani

A Roma non c'è spazio per i nuovi poveri. Mense affollate e pochi dormitori

todos os press releases
• DOCUMENTOS

Intervención de Francesca, adolescente de Roma, durante la visita del papa Francisco a la Comunidad de Sant'Egidio

todos os documentos
• LIVROS

Trialoog





Lannoo Uitgeverij N.V

Keerpunt





Lannoo Uitgeverij N.V
todos os livros

FOTOS

1024 visitas

900 visitas
todos os meios de comunicação relacionados

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri