Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
9 Abril 2014

PALAVRAS DO PAPA FRANCISCO

O gesto de Jesus que ressuscita Lázaro mostra até onde pode chegar a força da Graça de Deus,

e portanto até onde pode chegar a nossa conversão, a nossa mudança.

 
versão para impressão

 Cristo não se resigna com os sepulcros que nos construímos com as nossas escolhas de mal e de morte, com os nossos erros, com os nossos pecados. Ele não se resigna a isto! Ele convida-nos, quase nos ordena, que saiamos do túmulo no qual os nossos pecados nos fizeram cair. Chama-nos insistentemente a sair da escuridão da prisão na qual nos fechamos, contentando-nos com uma vida falsa, egoísta, medíocre. «Sai!», diz-nos, «Sai!». É um bom convite à verdadeira liberdade, a deixar-nos alcançar por estas palavras de Jesus que hoje repete a cada um de nós. Um convite a deixar-nos libertar das «faixas», das faixas do orgulho. Porque o orgulho torna-nos escravos, escravos de nós mesmos, escravos de tantos ídolos, de tantas coisas. A nossa ressurreição começa por aqui: quando decidimos obedecer a este mandamento de Jesus saindo para a luz, para a vida; quando caem do nosso rosto as máscaras — muitas vezes nós estamos mascarados pelo pecado, as máscaras devem cair! — e não encontramos a coragem do nosso rosto original, criado à imagem e semelhança de Deus.

O gesto de Jesus que ressuscita Lázaro mostra até onde pode chegar a força da Graça de Deus, e portanto até onde pode chegar a nossa conversão, a nossa mudança. Mas reparai: não há limite algum à misericórdia divina oferecida a todos! Não há limite algum à misericórdia divina oferecida a todos! Recordai-vos bem desta frase. E podemos dizê-la todos juntos: «Não há limite algum à misericórdia divina oferecida a todos». Digamo-lo juntos: «Não há limite algum à misericórdia divina oferecida a todos». O Senhor está sempre pronto a levantar a pedra do sepulcro dos nossos pecados, que nos separa d’Ele, a luz dos vivos.


Angelus, 6 de Abril de 2014


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
15 Abril 2017
ROMA, ITÁLIA

Ó Cristo, nosso único Salvador, voltamos a ti também este ano com os olhos baixos de vergonha e com o coração cheio de esperança

IT | FR | PT
23 Março 2017

Sonho um novo humanismo europeu, ao qual servem memória, coragem e utopia sadia e humana.

IT | EN | ES | DE | FR | PT
22 Fevereiro 2017

A nossa resposta comum às migrações é em quatro verbos: acolher, proteger, promover e integrar.

IT | DE | FR | PT
9 Dezembro 2016

Para fazer parte do Reino de Deus é preciso realizar uma transformação na nossa vida, ou seja, converter-nos, fazer um passo em frente cada dia

IT | DE | FR | PT
29 Outubro 2016

Em Assis todos juntos falamos da paz e pedimos a paz. Dissemos juntos palavras fortes para a paz,

IT | DE | FR | PT
11 Outubro 2016

Quantos estrangeiros, incluindo pessoas doutras religiões, nos dão exemplo de valores que nós, às vezes, esquecemos ou negligenciamos!

IT | DE | FR | PT
todas as notícias
• IMPRIMIR
31 Outubro 2015
La Repubblica

Papa Francesco, Romero martire due volte: "Dopo la sua morte per mano dei vescovi"

28 Julho 2014
Il Mattino

Riccardi: svolta storica, la preghiera può unirci

4 Setembro 2013
L'Osservatore Romano

Associazioni e movimenti laicali in vista della giornata di digiuno e orazione

3 Setembro 2013
L'Eco di Bergamo

«Papa Francesco così ha spiazzato tutte le diplomazie»

22 Agosto 2013
Famiglia Cristiana

La via aperta da Francesco al dialogo tra le religioni

todos os press releases