Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de Santo Inácio, bispo de Antioquia. Condenado à morte foi levado para Roma, onde morreu mártir (+107).


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Romanos 4,13.16-18

Não foi em virtude da Lei, mas da justiça obtida pela fé que a Abraão, ou à sua descendência, foi feita a promessa de que havia de receber o mundo em herança. Por isso, é da fé que depende a herança. Só assim é que esta é gratuita, de tal modo que a promessa se mantém válida para todos os descendentes: não apenas para aqueles que o são em virtude da Lei, mas também para os que o são em virtude da fé de Abraão, pai de todos nós, conforme o que está escrito: Fiz de ti o pai de muitos povos. Pai diante daquele em quem acreditou, o Deus que dá vida aos mortos e chama à existência o que não existe. Foi com uma esperança, para além do que se podia esperar, que ele acreditou e assim se tornou pai de muitos povos, conforme o que tinha sido dito: Assim será a tua descendência.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Paulo afirma que desde o início da História, a salvação provém da fé. E recorre ao livro do Génesis que narra a conversão de Abraão. Mais adiante, o apóstolo escreve: “Abraão acreditou em Deus, e isso foi-lhe creditado como justiça” (Gn 15, 6). A vida de Abraão é o testemunho da força que emana da fé. De facto, ele foi justificado pela fé e não pelas obras que tinha realizado. Com efeito, entregou-se totalmente a Deus, mesmo sem ter certezas claras e evidentes. Por isso é chamado justo: Deus fê-lo tal pela fé e salvou-o. Abraão tornou-se, portanto, exemplo do crente justificado pela fé, precisamente porque acreditou na Palavra de Deus. O apóstolo pode, portanto, dizer que Abraão “é pai da nossa raça”, de todos os crentes. Por causa da fé, o santo patriarca conheceu um destino diferente: entregando-se totalmente Àquele que o tinha chamado, foi libertado da escravidão de si mesmo, das suas obras e das suas tradições. Pela fé e, certamente não pela clareza de visão ou pela certeza das próprias convicções, Abraão deixou a própria terra e encaminhou-se para um destino que não conhecia. Pela fé absoluta e total em Deus, levou até ao monte o único filho, Isaac, para o imolar. Deus restituiu-o. Paulo exorta a caminhar nesta via, também aqueles que acolhem Jesus como o Senhor.


17/10/2015
Oração da vigília


Calendário da semana
JUN
25
Domingo, 25 de Junho
Liturgia dominical
JUN
26
Segunda-feira, 26 de Junho
Oração pelos pobres
JUN
27
Terça-feira, 27 de Junho
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JUN
28
Quarta-feira, 28 de Junho
Oração com os santos
JUN
29
Quinta-feira, 29 de Junho
Oração dos Apóstolos
JUN
30
Sexta-feira, 30 de Junho
Oração da Santa Cruz
JUL
1
Sábado, 1 de Julho
Oração da vigília
JUL
2
Domingo, 2 de Julho
Liturgia dominical