Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Isaías 58,9-14

Então invocarás o Senhor e Ele te atenderá,
pedirás auxílio e te dirá: «Aqui estou!»
Se retirares da tua vida toda a opressão,
o gesto ameaçador e o falar ofensivo,

se repartires o teu pão com o faminto
e matares a fome ao pobre,
a tua luz brilhará na tua escuridão,
e as tuas trevas tornar-se-ão como o meio dia.

O Senhor te guiará constantemente,
saciará a tua alma no árido deserto,
dará vigor aos teus ossos.
Serás como um jardim bem regado,
como uma fonte de águas inesgotáveis.

Reconstruirás ruínas antigas,
levantarás sobre antigas fundações.
Serás chamado: «Reparador de brechas,
restaurador de casas em ruínas.»

Se te abstiveres de trabalhar ao sábado,
de te ocupares dos teus negócios no meu dia santo,
se chamares ao sábado a tua delícia,
consagrando-o à glória do Senhor;
se o solenizares, abstendo-te de viagens,
de procurares os teus interesses,
e de tratares os teus negócios,

então, encontrarás a tua felicidade no Senhor.
Far-te-ei desfilar sobre as alturas da terra,
alimentar-te-ei com a herança do teu pai Jacob.
É o próprio Senhor quem o diz!


 

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

O trecho de Isaías continua a reflexão do jejum: qual é o jejum que Deus deseja que seja praticado? De novo, pede para libertar da opressão. Acrescenta ainda a exortação para evitar "o gesto que ameaça e a linguagem injuriosa", isto é, o julgamento malicioso e a má-língua, práticas muito difusas ainda hoje. O texto retoma uma afirmação dos versículos precedentes, onde se pedia para "repartir o pão com quem passa fome", fazendo, no entanto, uma extraordinária transformação. Trata-se, como diz a actual tradução, de "abrir o coração a quem tem fome". Melhor ainda: "abrir a ti mesmo – ou a tua alma – a quem tem fome". Não se trata apenas de partilhar o alimento com quem tem fome, mas de partilharmos nós mesmos, a nossa própria vida. O jejum que Deus deseja, torna-se partilha da própria vida com os pobres. Esta escolha, que empenha pessoalmente, conduz a uma profunda transformação da própria existência. As consequências descritas nos versículos seguintes são claras: o Senhor conduzirá aquele que realizar esta conversão de si mesmo para os pobres, dar-lhe-á força, torná-lo-á "num jardim irrigado, como nascente onde nunca falta água". O amor pelos pobres muda radicalmente a vida e torna-nos ponto de referência para os outros, fonte de vida para o mundo. Mais ainda: "Chamar-te-ão reparador de brechas e restaurador de casa em ruínas, onde se possa morar". Aquele que se entrega aos pobres, faz renascer uma cidade em ruínas, torna-a habitável, para que se realize nela aquele povo de "humildes e pobres" de que fala o profeta Sofonias. O texto acrescenta uma última exortação relativamente ao sábado, o dia do Senhor. Respeitá-lo permite viver plenamente quanto escutado até agora. De facto, existe uma profunda unidade entre recordar o Senhor no Seu dia e o amor pelos pobres. Sem a escuta da Palavra de Deus, sem recordar o Seu amor, cada um de nós estará preso pelo próprio ego e viverá uma religiosidade exterior, cheia de práticas sem um centro e um coração. O Senhor exorta-nos, no tempo da Quaresma a viver com Ele, a recordar o Seu amor, para que possamos jejuar de nós mesmos e doar-nos aos outros, a começar pelos pobres.


13/02/2016
Oração da vigília


Calendário da semana
JUN
25
Domingo, 25 de Junho
Liturgia dominical
JUN
26
Segunda-feira, 26 de Junho
Oração pelos pobres
JUN
27
Terça-feira, 27 de Junho
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JUN
28
Quarta-feira, 28 de Junho
Oração com os santos
JUN
29
Quinta-feira, 29 de Junho
Oração dos Apóstolos
JUN
30
Sexta-feira, 30 de Junho
Oração da Santa Cruz
JUL
1
Sábado, 1 de Julho
Oração da vigília
JUL
2
Domingo, 2 de Julho
Liturgia dominical