Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 11,42-46

Mas ai de vós, fariseus, que pagais o dízimo da hortelã, da arruda e de todas as plantas e descurais a justiça e o amor de Deus! Estas eram as coisas que devíeis praticar, sem omitir aquelas. Ai de vós, fariseus, porque gostais do primeiro lugar nas sinagogas e de ser cumprimentados nas praças! Ai de vós, porque sois como os túmulos, que não se vêem e sobre os quais as pessoas passam sem se aperceberem!» Um doutor da Lei tomou a palavra e disse-lhe: «Mestre, falando assim, também nos insultas a nós.» Mas Ele respondeu:
«Ai de vós, também, doutores da Lei, porque carregais os homens com fardos insuportáveis e nem sequer com um dedo tocais nesses fardos!

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Um especialista em leis, escutando as duras palavras de Jesus contra o ritualismo farisaico, recorda-Lhe que desse modo, ofendia também a ele e a todos os seus colegas: “Mestre, falando assim, também nos insultas a nós”. É a reacção de quem deseja defender-se a si mesmo e às suas convicções sem sentir a necessidade de mudar, de compreender mais profundamente o que o Senhor pede e, portanto, empreender uma vida melhor da que está a viver. De resto, a Palavra de Deus, como afirma Paulo, é como uma espada de dois gumes que penetra até à medula e, portanto, não nos deixa indiferentes. Mas se ela for escutada com o orgulho e a auto-suficiência de quem deseja defender-se a si mesmo, é sentida como uma censura que ofende e não como uma força saudável e boa que muda o coração. Jesus desmascara o pecado dos fariseus e dos doutores da Lei que se comportam de maneira falsa, enquanto que são respeitados pelas pessoas porque procuram neles um guia, uma orientação. Daqui nasce a severidade do julgamento de Jesus. As pessoas confiam, procuram, pedem ajuda àqueles que “parecem” guias mas que, pelo contrário, não respeitam “a justiça e o amor de Deus”. Pagam as respectivas contribuições ao templo, deixam-se encantar pelas honras nas sinagogas mas, na verdade, são como “sepulcros”, isto é, homens vazios e interiormente mortos. Colocam, com a sua severa inflexibilidade, cargas insuportáveis a cargo das pessoas mas eles nem sequer as querem e nem as sabem suportar. Esta falsidade, esta índole dupla e mentirosa é estigmatizada por Jesus. A Sua ira e o Seu julgamento severo são uma advertência para todos nós quando nos erguemos a juízes sem misericórdia, aproveitando da boa fé dos que procuram irmãos mais velhos a quem se entregarem para crescer na vida espiritual.


12/10/2011
Oração com os santos


Calendário da semana
MAR
26
Domingo, 26 de Março
Liturgia dominical
MAR
27
Segunda-feira, 27 de Março
Oração pelos pobres
MAR
28
Terça-feira, 28 de Março
Oração com Maria, Mãe do Senhor
MAR
29
Quarta-feira, 29 de Março
Oração com os santos
MAR
30
Quinta-feira, 30 de Março
Oração pela Igreja
MAR
31
Sexta-feira, 31 de Março
Oração da Santa Cruz
ABR
1
Sábado, 1 de Abril
Oração da vigília
ABR
2
Domingo, 2 de Abril
Liturgia dominical