Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 7,19-23

João mandou-os ao Senhor com esta mensagem: «És Tu o que está para vir, ou devemos esperar outro?» Ao chegarem junto dele, os homens disseram: «João Baptista mandou-nos ter contigo para te perguntar: ‘És Tu o que está para vir, ou devemos esperar outro?’» Nessa altura, Jesus curava a muitos das suas doenças, padecimentos e espíritos malignos e concedia vista a muitos cegos. Tomando a palavra, disse aos enviados: «Ide contar a João o que vistes e ouvistes:
Os cegos vêem, os coxos andam,
os leprosos ficam limpos,
os surdos ouvem, os mortos ressuscitam,
a Boa-Nova é anunciada aos pobres;

 e feliz de quem não tiver em mim ocasião de queda.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

A Palavra Evangélica continua nestes dias a mexer com a nossa preguiça e a nossa superficialidade: não podemos hesitar, precisamos de nos preparar para acolher em nós o mistério do Natal. O clima que nos circunda não é precisamente propício à reflexão sobre o profundo sentido do Natal. Antes pelo contrário, o chamado “clima natalício” corre o risco de nos afastar da profundidade do mistério de Deus que escolhe a pobreza e a humildade da condição humana para nos salvar. O Evangelho, como que a contrastar a escravidão das nossas banais distracções, apresenta-nos João Baptista que ainda está na prisão. Este homem de Deus, mesmo da prisão – o evangelista Lucas não o menciona, mas é lícito supor - continua a aguardar pelo Messias libertador. Ou melhor, precisamente essa condição aguça nele o desejo de alguém que o possa libertar totalmente das escravidões da Terra. Não se resigna às correntes – não apenas às da prisão -, não deixa de aguardar e de esperar, não se deixa adormecer pelo clima indolente e superficial do mundo. Manda os seus a Jesus para Lhe perguntarem: “És Tu aquele que há-de vir, ou devemos esperar outro?”. João acredita nas promessas de Deus e, de um certo modo, quer apressá-las. Jesus não demora em responder e evoca um trecho do profeta Isaías que descreve o que acontece ao mundo quando chega o Messias: “Ide contar a João o que ouvis e vedes: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e a Boa Notícia é anunciada aos pobres”. João Baptista – ao ouvir o que os seus discípulos lhe referem - compreende que a profecia de Isaías cumpriu-se com Jesus e, provavelmente, poderá repetir dentro de si a mesma oração de Simeão enquanto tomava o Menino nos braços: “Agora, Senhor, podes deixar o teu servo partir em paz, porque os meus olhos viram a tua salvação”. A nós que escutamos hoje esta página evangélica é recordado quais são os sinais que indicam a presença de Deus na história humana: servir os doentes e os humildes, voltar a dar a vista a quem não vê e a força a quem não caminha e anunciar o Evangelho aos pobres. Como aguardar o Natal? Como anunciá-lo ao mundo? Como podemos indicar a nós mesmos e aos outros que o Senhor nos veio visitar? O único caminho é aquele que Jesus indicou aos discípulos de João Baptista: o testemunho concreto do Evangelho do amor para com os humildes e os pobres. O tempo do Natal é uma ocasião propícia para vivermos também nós esta página do Evangelho. E percebermos que o Natal começa sempre que “a Boa Notícia é anunciada aos pobres” (22).


18/12/2013
Oração com os santos


Calendário da semana
JUN
25
Domingo, 25 de Junho
Liturgia dominical
JUN
26
Segunda-feira, 26 de Junho
Oração pelos pobres
JUN
27
Terça-feira, 27 de Junho
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JUN
28
Quarta-feira, 28 de Junho
Oração com os santos
JUN
29
Quinta-feira, 29 de Junho
Oração dos Apóstolos
JUN
30
Sexta-feira, 30 de Junho
Oração da Santa Cruz
JUL
1
Sábado, 1 de Julho
Oração da vigília
JUL
2
Domingo, 2 de Julho
Liturgia dominical