Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Deuteronômio 4,1.5-9

«Agora, Israel, ouve as leis e os preceitos que eu hoje vos ensino. Ponde-os em prática para que vivais e chegueis a possuir a terra que o Senhor, Deus dos vossos pais, vos há-de dar. Vede: ensinei-vos leis e preceitos, como o Senhor, meu Deus, me ordenou; assim fareis na terra que ides possuir. Observai-os e ponde-os em prática, porque isso manifestará a vossa sabedoria e a vossa inteligência aos olhos dos povos que, ao terem conhecimento de todas estas leis, dirão: ‘Que povo sábio e inteligente é esta grande nação!’ Com efeito, que grande nação haverá que tenha um deus tão próximo de si como está próximo de nós o Senhor, nosso Deus, sempre que o invocamos? E que grande nação haverá, que possua leis e preceitos tão justos como esta lei que eu hoje vos apresento? Toma, pois, cuidado contigo! Guarda-te bem de esquecer os factos que os teus olhos viram; que eles nunca se afastem do teu coração em todos os dias da tua vida. Ensina-os aos teus filhos e aos filhos dos teus filhos.

 

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

O autor do livro do Deuteronómio, depois de ter reevocado alguns factos do caminho de Israel no deserto, quer que o povo se consciencialize da sua vocação no mundo. E começa por lhes recordar a sua primeira função, a de escutar o Senhor. “Ouve!” diz Moisés aos israelitas. Não é uma exortação genérica ou de cortesia. Os israelitas devem ouvir. Deus escolheu-os para lhes dirigir a Sua Palavra. A escuta, portanto, é solicitada pelo próprio Deus. Com efeito, é Ele que escolheu descer entre o Seu povo e decidiu conduzi-lo ao longo da sua história tornando-o vitorioso entre as nações. E a Torah, a Lei, representa o tesouro de sabedoria de Israel, que o torna testemunha de Deus entre os homens. Cada israelita deverá assumir a tarefa de transmitir esta sabedoria de fé às gerações seguintes para que a história da salvação possa fermentar a sucessão entre as gerações. O fulcro deste texto que é como um fio vermelho que acompanha o caminho de Israel, centra-se nesta afirmação proferida por Moisés, de forma interrogativa: “Que grande nação tem um Deus tão próximo, como o Senhor nosso Deus, todas as vezes que O invocamos?” (v. 7). Mas o cumprimento da Lei, nessa altura como hoje, é possível apenas como livre resposta a Deus que nos escolheu com amor e que quer ligar-nos a Ele e ao Seu projecto de salvação do mundo. Daqui a importância para o crente de escutar e de recordar. A tentação de escutarmos a nós mesmos e de recordarmos só as nossas coisas e de colocarmos em primeiro lugar as nossas próprias preocupações está sempre incumbente. Daqui a primazia da escuta. A fidelidade à escuta das Escrituras liberta-nos da escravidão de nós mesmos e das modas deste mundo e liga-nos ao Senhor e ao Seu projecto de amor.


11/03/2015
Oração com os santos


Calendário da semana
MAR
26
Domingo, 26 de Março
Liturgia dominical
MAR
27
Segunda-feira, 27 de Março
Oração pelos pobres
MAR
28
Terça-feira, 28 de Março
Oração com Maria, Mãe do Senhor
MAR
29
Quarta-feira, 29 de Março
Oração com os santos
MAR
30
Quinta-feira, 30 de Março
Oração pela Igreja
MAR
31
Sexta-feira, 31 de Março
Oração da Santa Cruz
ABR
1
Sábado, 1 de Abril
Oração da vigília
ABR
2
Domingo, 2 de Abril
Liturgia dominical