Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Êxodo 1,8-14.22

Subiu então ao trono do Egipto um novo rei que não conhecera José. E ele disse ao seu povo: «Eis que o povo dos filhos de Israel é mais numeroso e poderoso do que nós. Temos de proceder astuciosamente contra ele, a fim de impedirmos que se desenvolva ainda mais. Em caso de guerra, juntar-se-ia também aos nossos inimigos, lutaria contra nós, e sairia deste país.» Impuseram-lhe então chefes de trabalhos forçados para o oprimirem com carregamentos. E construiu para o faraó as cidades-armazém de Pitom e Ramessés. Todavia, quanto mais o oprimiam, mais ele se multiplicava e aumentava; e os egípcios estavam preocupados com os filhos de Israel, e reduziram-nos a uma dura servidão. Tornaram-lhes a vida amarga com uma pesada servidão: barro, tijolos, toda a espécie de trabalhos no campo, tudo uma dura servidão. o faraó ordenou a todo o seu povo: «Atirai ao rio os meninos recém-nascidos; as meninas, porém, deixai-as viver todas.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

O Faraó, rei do Egipto, perante a multiplicação numérica dos filhos de Israel, começa a ter medo. E concebe um projecto de morte contra este povo estrangeiro. Trata-se de oprimir e de eliminar o povo de Israel, a começar pelas crianças, pelos mais fracos. Mas duas mulheres, “temendo a Deus”, princípio da sabedoria como muitas vezes recordam as Escrituras (Pr 1, 7), são instrumento de salvação para aquele povo. Também nós, apesar de sermos fracos como aquelas duas mulheres, se nos deixarmos conduzir pelo temor do Senhor, poderemos ser princípio de vida para os outros, sinal de compaixão para quem é diferente e estrangeiro num mundo que se sente incomodado com a presença deles. Deus abençoa e torna fecunda a vida deles que no seu temor servem os pobres e os fracos. A história de salvação da escravidão de Israel do Egipto começa com a compaixão de duas mulheres humildes que “temiam a Deus” e não aos homens. Precisamente através de duas mulheres, Deus pôde recomeçar a história com aquele povo cujo destino parecia já estar marcado pela morte.


13/07/2015
Oração pelos pobres


Calendário da semana
JUN
25
Domingo, 25 de Junho
Liturgia dominical
JUN
26
Segunda-feira, 26 de Junho
Oração pelos pobres
JUN
27
Terça-feira, 27 de Junho
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JUN
28
Quarta-feira, 28 de Junho
Oração com os santos
JUN
29
Quinta-feira, 29 de Junho
Oração dos Apóstolos
JUN
30
Sexta-feira, 30 de Junho
Oração da Santa Cruz
JUL
1
Sábado, 1 de Julho
Oração da vigília
JUL
2
Domingo, 2 de Julho
Liturgia dominical