Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Actos dos Apóstolos 14,8-18

Havia em Listra um homem aleijado dos pés, coxo de nascença e que nunca tinha andado. Um dia, ouviu Paulo falar. Este, fitando nele os olhos e vendo que tinha fé para ser curado, disse-lhe em voz alta: «Ergue-te, direito sobre os teus pés!» Ele deu um salto e começou a andar. Ao ver o que Paulo acabava de fazer, a multidão gritou em licaónio: «Os deuses tomaram forma humana e desceram até nós!» E chamavam Zeus a Barnabé, e Hermes a Paulo, pois este é que lhes dirigia a palavra. Então, o sacerdote do templo de Zeus, venerado junto da cidade, trazendo touros e grinaldas para as portas da cidade, pretendia, juntamente com a multidão, oferecer-lhes um sacrifício. Ao terem conhecimento disso, os Apóstolos Barnabé e Paulo rasgaram as vestes e precipitaram-se para a multidão, gritando: «Amigos, que fazeis? Também nós somos homens da mesma condição que vós, homens que vos anunciam a Boa-Nova de que deveis abandonar os ídolos vãos e voltar-vos para o Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo quanto neles se encontra. Nas gerações passadas, permitiu que todos os povos seguissem os seus próprios caminhos, mas nem por isso deixou de dar testemunho da sua generosidade, dispensando-vos do céu chuvas e estações de fertilidade, enchendo os vossos corações de alimento e de felicidade.» Mesmo depois de terem assim falado, foi a custo que impediram a multidão de lhes oferecer um sacrifício.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

Entre os ouvintes de Paulo em Listra, a cidade onde se tinha refugiado depois da fuga de Icónio, havia um estropiado desde a nascença. Paulo, seguindo o exemplo de Jesus, fixa os olhos naquele homem e lê no fundo do seu coração um pedido simples, mas decisivo: o desejo de caminhar. Imediatamente o apóstolo interrompe a pregação, ou melhor, torna-a verdadeira e eficaz. Dirige-se àquele homem e diz-lhe com autoridade: “Levanta-te direito sobre os teus pés!”. Estas palavras fortes dirigidas àquele homem enfraquecido entram nas suas fibras e fazem-no pôr-se de pé. O coxo - anota Lucas – “deu um salto e começou a andar”. O Evangelho faz ressuscitar os homens da própria paralisia, rejuvenesce as pernas deformadas pelo amor por eles mesmos e volta a dar a dignidade de estar “de pé” e de não continuar a ser escravos dos numerosos espíritos malvados deste mundo. Pedro tinha feito a mesma coisa com o estropiado sentado a pedir esmola na porta “Formosa” do Templo. Mas também é o que podem realizar os discípulos de sempre – mesmo os de hoje – que confiam na Palavra do Senhor. Muitas vezes, nós, crentes da última hora, desprezamos aquele “poder” de curar que também o Senhor nos confiou. Aquele presumível racionalismo a que muitas vezes recorremos, não é outra coisa senão o revestimento da nossa pouca fé com que humilhamos as palavras evangélicas que o Senhor continua a dirigir-nos. As pessoas, ao verem o milagre daquele homem que se põe de pé, julgam que Barnabé e Paulo são deuses e acorrem para os exaltar. Os dois discípulos sabem que é o Senhor que opera, ainda que através deles. Com efeito, o milagre não é obra dos homens mas do Evangelho, daquele pequeno livro que é fonte de vida para os discípulos e para todo aquele que O escutar.


06/10/2017
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
NOV
19
Domingo, 19 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
20
Segunda-feira, 20 de Novembro
Oração pela Paz
NOV
21
Terça-feira, 21 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
22
Quarta-feira, 22 de Novembro
Oração com os santos
NOV
23
Quinta-feira, 23 de Novembro
Oração pela Igreja
NOV
24
Sexta-feira, 24 de Novembro
Oração da Santa Cruz
NOV
25
Sábado, 25 de Novembro
Oração da vigília
NOV
26
Domingo, 26 de Novembro
Liturgia dominical