Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Os hebreus celebram o Yom Kippur (dia da expiação).


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 11,15-26

Mas alguns dentre eles disseram: «É por Belzebu, chefe dos demónios, que Ele expulsa os demónios.» Outros, para o experimentarem, reclamavam um sinal do Céu. Mas Jesus, que conhecia os seus pensamentos, disse-lhes:
«Todo o reino, dividido contra si mesmo, será devastado e cairá casa sobre casa.

Se Satanás também está dividido contra si mesmo, como há-de manter-se o seu reino? Pois vós dizeis que é por Belzebu que Eu expulso os demónios.

Se é por Belzebu que Eu expulso os demónios, por quem os expulsam os vossos discípulos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes.

Mas se Eu expulso os demónios pela mão de Deus, então o Reino de Deus já chegou até vós.

Quando um homem forte e bem armado guarda a sua casa, os seus bens estão em segurança; mas se aparece um mais forte e o vence, tira-lhe as armas em que confiava e distribui os seus despojos. Quem não está comigo está contra mim, e quem não junta comigo, dispersa.» «Quando um espírito maligno sai de um homem, vagueia por lugares áridos em busca de repouso; e, não o encontrando, diz: ‘Vou voltar para minha casa, de onde saí.’ Ao chegar, encontra-a varrida e arrumada. Vai, então, e toma consigo outros sete espíritos piores do que ele; e, entrando, instalam-se ali. E o estado final daquele homem torna-se pior do que o primeiro.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

Jesus tinha acabado de libertar um homem possuído por um demónio “mudo”. Impedir a palavra significava reforçar ou, de qualquer modo, agravar a solidão de quem padecia. A comunicação através da palavra é um dos fundamentos da vida humana. Por isso, quando este homem foi libertado do demónio e conseguiu falar, explodiu o espanto da multidão. Mas o espírito do mal não se resignou, antes pelo contrário, reforçou a sua resistência e a sua oposição a Jesus e ao Evangelho. Toda a vida de Jesus e dos Seus discípulos de sempre é uma história de oposição e de luta contra o mal. Neste caso, tratou-se de libertar aquele homem do silêncio, isto é, da incapacidade de comunicar com os outros. Como é possível não pensar na triste situação de uma boa parte da humanidade, incapaz de se entender, de se compreender? É difícil comunicar entre pessoas, entre etnias, entre povos, entre nações! E a incomunicabilidade cria tensões e conflitos, muitas vezes dramáticos. O príncipe do mal trabalha para que a divisão e a inimizade se espalhem. O Evangelho continua a exortar os discípulos a estarem atentos e vigilantes, a não se fecharem nos próprios recintos, porque o demónio da incomunicabilidade trabalha para que também entre os discípulos se insinue a divisão e se afirme a resignação. Não são raras as acusas e as calúnias contra Jesus e os próprios discípulos, como faziam os fariseus. Mas Jesus exorta a guardar os frutos da Sua missão e, podemos acrescentar, as obras de amor que os discípulos e a Igreja continuam a realizar. São estes os verdadeiros testemunhos da presença do “dedo de Deus” na história. E o “dedo de Deus” é o próprio Jesus e, portanto, o Homem “mais forte” do também “forte” maligno que entra na casa, vence-o e desarma-o. Esta casa é o coração de todos nós, é a comunidade cristã, onde o amor é mais forte do que o mal. E todo aquele que for cego diante deste amor, de facto está do lado do inimigo. Por isso Jesus afirma com intransigência: “Quem não está comigo, está contra Mim e quem não recolhe comigo, espalha”. Por isso, é preciso vigilar: a luta contra o mal acompanhar-nos-á durante toda a vida. O “espírito mau”, diz Jesus, apesar de ter saído, fará de tudo para regressar. E dramática será a sorte de quem permitir que a preguiça e a preocupação pelas coisas inúteis deixe o coração não guardado: entrarão “outros sete espíritos” e a nova condição será pior que a anterior.


07/10/2011
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri