Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 12,54-59

Dizia também às multidões: «Quando vedes uma nuvem levantar-se do poente, dizeis logo: ‘Vem lá a chuva’; e assim sucede. E quando sopra o vento sul, dizeis: ‘Vai haver muito calor’; e assim acontece. Hipócritas, sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu; como é que não sabeis reconhecer o tempo presente?» «Porque não julgais por vós mesmos, o que é justo? Por isso, quando fores com o teu adversário ao magistrado, procura resolver o assunto no caminho, não vá ele entregar-te ao juiz, o juiz entregar-te ao oficial de justiça e o oficial de justiça meter-te na prisão. Digo-te que não sairás de lá, antes de pagares até ao último centavo.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

A quem pedia um sinal para poder acreditar nas Suas palavras, Jesus respondeu que Ele era o único sinal que manifestava plena e claramente o amor de Deus. Porque é que não conseguimos ver os “sinais” do Senhor mesmo quando estão diante dos nossos olhos? A resposta é simples: porque normalmente, estamos atentos unicamente em nós mesmos e nas nossas coisas. Não sucede o mesmo, quando se trata de conhecer o frio e o calor, diz Jesus aos presentes. Com efeito, nestes casos, olhamos para as nuvens ou saímos de casa para sentir o vento. Do mesmo modo – adverte Jesus – deveríamos erguer os nossos olhos para compreender o tempo da salvação, isto é, tirar os olhos de nós mesmos, sair dos nossos hábitos consolidados que se esclerosam, afastar-nos do egocentrismo que nos torna cegos, e ficarmos atentos aos “sinais” que o Senhor nos manda. O primeiro grande sinal é o Evangelho, podemos dizer que é o sinal dos sinais. Escutar esta Palavra e pô-l’A em prática, é a primeira obra do crente. Depois, há outros sinais: os sacramentos e, em particular, a Sagrada Liturgia, que nos faz participar no mistério da Morte e da Ressurreição do Senhor. A Igreja diz-nos que a Santa Missa é o ápice e a fonte de toda a vida espiritual. Deveríamos prestar muito mais atenção! Depois, há um outro sinal, um sinal múltiplo: são os pobres e todos os que esperam para serem libertados das escravidões deste mundo. Estar desatentos à sua condição significa não compreender o coração de Deus e da história. “Não sabeis interpretar o tempo presente”, adverte Jesus no Evangelho. Há urgência em compreender o mundo em que vivemos e a cultura que atravessa os povos no início deste novo milénio. Os homens estão como que submetidos àquela que podemos dizer ser a “ditadura do materialismo”. É uma escravidão que se transformou numa espécie de cultura que torna este nosso mundo ainda mais desumano e violento. Um julgamento objectivo, uma verdadeira inteligência da história, aberta à esperança, provém da frequentação atenta das Escrituras. O exemplo dado por Jesus em procurar um acordo com o adversário antes de chegar ao tribunal – então será demasiado tarde – sugere a oportunidade de harmonizar a própria vida ao Evangelho para sermos salvos. A Palavra de Deus ajuda-nos a entrever os sinais da presença de Deus e a divisar a necessidade que esta nossa geração tem do Evangelho do amor.


21/10/2011
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
FEV
19
Domingo, 19 de Fevereiro
Liturgia dominical
FEV
20
Segunda-feira, 20 de Fevereiro
Oração pela Paz
FEV
21
Terça-feira, 21 de Fevereiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
FEV
22
Quarta-feira, 22 de Fevereiro
Oração dos Apóstolos
FEV
23
Quinta-feira, 23 de Fevereiro
Oração pela Igreja
FEV
24
Sexta-feira, 24 de Fevereiro
Oração da Santa Cruz
FEV
25
Sábado, 25 de Fevereiro
Oração da vigília
FEV
26
Domingo, 26 de Fevereiro
Liturgia dominical