Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

A Igreja bizantina venera hoje São Sabas (+ 532) "arquimandrita de todos os ermos da Palestina".


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Cântico dos Cânticos 3,1-5

No meu leito, toda a noite, procurei aquele que o meu coração ama; procurei-o e não o encontrei. Vou levantar-me e dar voltas pela cidade: pelas praças e pelas ruas, procurarei aquele que o meu coração ama.
Procurei-o e não o encontrei.

Encontraram-me os guardas que fazem ronda pela cidade: «Vistes aquele que o meu coração ama?» Mal me apartei deles, logo encontrei aquele que o meu coração ama.
Abracei-o e não o largarei até fazê-lo entrar na casa de minha mãe, no quarto daquela que me gerou.

Eu vos conjuro, mulheres de Jerusalém, pelas gazelas ou pelas corças do campo: não desperteis nem perturbeis o meu amor, até que ele queira.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

A mulher acorda, procura pelo seu amante ao seu lado e encontra, pelo contrário, a cama vazia. A descrição sugere uma procura que dura toda a noite. Ou, provavelmente, é a ausência do amado que dá corpo à noite, à escuridão, à falta de luz e de amor. Então, a noite, mais do que uma anotação temporal é a indicação da escuridão que levam ao abandono e à solidão. E é uma situação insuportável. A ausência do amado deveria levá-la a levantar-se e a procurá-lo. Quantas vezes, infelizmente, ficamos indiferentes e impassíveis perante a ausência do Senhor ou do mal que continua a ceifar vítimas! Outra é a decisão da mulher: "Vou levantar-me, vou rondar pela cidade", afirma. Não faz nenhuma ideia por onde procurar o amado, mas sai na mesma e aventura-se ainda que sozinha pelas ruas e as praças da cidade. Quer encontrar, custe o que custar, aquele que ela ama. Regressa o tema da procura já evidenciado no primeiro capítulo, nos versículos 7 e 8. E é uma cena que recorda a de Maria Madalena que Jesus tinha libertado da escravidão de sete demónios.
O Evangelho de João recorda aquele primeiro dia depois do sábado, quando ainda estava escuro. Também ela se levantou e se dirigiu ao sepulcro para se encontrar com o amado, apesar de estar morto. Ao ver o sepulcro vazio, fica aflita e, desesperada, começa a procurar Jesus que a tinha amado como ninguém. A mulher do Cântico corre de noite pela cidade e, tal como Maria fará com aquele que ela pensava que fosse o jardineiro, pergunta aos guardas: "Vistes o amado da minha alma?". Nem sequer lhes concede o tempo para responder e continua a sua procura. De imprevisto, encontra-se diante dele. No texto ela afirma: "Agarrei-o, e não vou soltá-lo". Também com Maria Madalena, repete-se uma cena do género. Maria Madalena, quando ouviu chamar por si, reconheceu Jesus e lançou-se aos Seus pés para O abraçar. Jesus disse-lhe para ir ter com os apóstolos para anunciar a Sua ressurreição. Aqui, a cena desenrola-se de maneira diferente. A mulher reconduz o amado para a casa da mãe, para o quarto interior onde ela mesma tinha sido concebida. É o contrário do que previa a praxe jurídica do tempo: era o homem quem conduzia para a casa paterna a noiva. Aqui, o texto pretende realçar a centralidade que a procura de Deus deve ter na experiência religiosa. É, precisamente, uma procura contínua. Todos - como Bento XVI escreve também de si mesmo - somos mendigos de Deus. Ninguém O possui a tal ponto de se poder apropriar d’Ele e deixar de O procurar. Perder e reencontrar o amor é a condição do crente enquanto está nesta Terra.
O Targum hebraico confirma-nos isso: "Mas quando as gentes da casa de Israel viu que... (a presença de Deus) lhes tinha sido subtraída e que tinham ficado na obscuridade como na noite, eles procuraram... mas não encontraram nada. Então, os filhos de Israel disseram: "Levantemo-nos e dirijamo-nos para a tenda da reunião que Moisés levantou fora do campo... e procuremos a santa presença que se afastou de nós". Eles - continua o texto - percorreram as cidades, as ruas e as praças, mas não a encontraram". Passada a noite, a mulher dirige-se às filhas de Jerusalém com uma exortação que já tinha feito anteriormente (2, 7): "Não acordeis o amor, antes que ele o queira". Isto é: não ofusquemos a luz do amor que regressou para iluminar a vida.


05/12/2011
Oração pelos doentes


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri