Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de São Nicolau (+350). Foi bispo na Ásia Menor (actual Turquia); é venerado em todo o Oriente.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Romanos 1,18-32

De facto, a ira de Deus, vinda do céu, revela-se contra toda a impiedade e injustiça dos homens que, com a injustiça, reprimem a verdade. Porquanto, o que de Deus se pode conhecer está à vista deles, já que Deus lho manifestou. Com efeito, o que é invisível nele - o seu eterno poder e divindade - tornou-se visível à inteligência, desde a criação do mundo, nas suas obras.
Por isso, não se podem desculpar.

Pois, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram nem lhe deram graças, como a Deus é devido. Pelo contrário: tornaram-se vazios nos seus pensamentos e obscureceu-se o seu coração insensato. Afirmando-se como sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus incorruptível por figuras representativas do homem corruptível, de aves, de quadrúpedes e de répteis. Por isso é que Deus, de acordo com os apetites dos seus corações, os entregou à impureza, de tal modo que os seus próprios corpos se degradaram. Foram esses que trocaram a verdade de Deus pela mentira, e que veneraram as criaturas e lhes prestaram culto, em vez de o fazerem ao Criador, que é bendito pelos séculos! Ámen. Foi por isso que Deus os entregou a paixões degradantes. Assim, as suas mulheres trocaram as relações naturais por outras que são contra a natureza. E o mesmo acontece com os homens: deixando as relações naturais com a mulher, inflamaram-se em desejos de uns pelos outros, praticando, homens com homens, o que é vergonhoso, e recebendo em si mesmos a paga devida ao seu desregramento. E como não julgaram por bem manter o conhecimento de Deus, entregou-os Deus a uma inteligência sem discernimento. E é assim que fazem o que não devem: estão repletos de toda a espécie de injustiça, perversidade, ambição, maldade; cheios de inveja, homicídios, discórdia, falsidade, malícia; são difamadores, maldizentes, inimigos de Deus, insolentes, orgulhosos, arrogantes, engenhosos para o mal, rebeldes para com os pais, estúpidos, desleais, inclementes, impiedosos. Esses, muito embora conheçam o veredicto de Deus - de que são dignos de morte os que tais coisas praticam - não só as fazem, como até aprovam os que as praticam.


 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O apóstolo condena duramente a idolatria que induz a afastar-se de Deus e a levar uma vida perversa. Sempre que vivem como se Deus não existisse, os homens caem no abismo da violência e da barbárie. Muitas vezes os profetas e os salmos detêm-se sobre a corrupção do mundo que deriva, precisamente, do afastamento de Deus por parte dos homens. Perante a vastidão da corrupção que vê à sua volta, o apóstolo Paulo recorda a ira de Deus. Pode-se dizer que o Senhor não Se quer deixar enganar pelo mal que procura destruir toda a Criação. Ele pôs na Criação e na história os sinais da Sua presença, mas os homens não os reconheceram e afastaram-se da Sua justiça que salva caindo - “conforme os desejos do seu coração, na impureza com que desonram os seus próprios corpos”. A ira de Deus – escreve Paulo - derramar-se-á um dia sobre a humanidade pecadora, mas “revela-se” desde agora. E é uma constatação que também nós podemos fazer neste tempo: o mundo afastou-se de Deus e não faltam guerras, conflitos, violências, injustiças, deturpações morais, atentados à própria dignidade do homem. O homem continua a sucumbir à antiga tentação, àquela iniciada com Adão – e somos todos Adão! – de ocupar o lugar de Deus. É o pecado do orgulho e do egocentrismo que estão na base de toda a violência e de todo o mal: “Trocaram a verdade de Deus pela mentira e adoraram e serviram a criatura em lugar do Criador”. Deste modo, a vida dos homens dissipou-se em muitas preocupações e paixões e todos têm dificuldade em encontrar um caminho para seguir. Reconhecer o próprio afastamento de Deus e, portanto, também a razão da Sua ira, é o início da conversão a Ele e da mudança de vida.


06/12/2012
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri