Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de Lázaro de Betânia. Oração por todos os doentes graves e pelos moribundos. Recordação dos mortos de SIDA.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São Mateus 1,1-17

Genealogia de Jesus Cristo, filho de David, filho de Abraão: Abraão gerou Isaac;
Isaac gerou Jacob;
Jacob gerou Judá e seus irmãos;

Judá gerou, de Tamar, Peres e Zera;
Peres gerou Hesron;
Hesron gerou Rame;

Rame gerou Aminadab;
Aminadab gerou Nachon;
Nachon gerou Salmon;

Salmon gerou, de Raab, Booz;
Booz gerou, de Rute, Obed;
Obed gerou Jessé;

Jessé gerou o rei David.
David, da mulher de Urias, gerou Salomão;

Salomão gerou Roboão;
Roboão gerou Abias;
Abias gerou Asa;

Asa gerou Josafat;
Josafat gerou Jorão;
Jorão gerou Uzias;

Uzias gerou Jotam;
Jotam gerou Acaz;
Acaz gerou Ezequias;

Ezequias gerou Manassés;
Manassés gerou Amon;
Amon gerou Josias;

Josias gerou Jeconias e seus irmãos,
na época da deportação para Babilónia.

Depois da deportação para Babilónia,
Jeconias gerou Salatiel;
Salatiel gerou Zorobabel;

Zorobabel gerou Abiud.
Abiud gerou Eliaquim;
Eliaquim gerou Azur;

Azur gerou Sadoc;
Sadoc gerou Aquim;
Aquim gerou Eliud;

Eliud gerou Eleázar;
Eleázar gerou Matan;
Matan gerou Jacob.

Jacob gerou José, esposo de Maria,
da qual nasceu Jesus, que se chama Cristo.

Assim, o número total das gerações é, desde Abraão até David, catorze; de David até ao exílio da Babilónia, catorze; e, desde o exílio da Babilónia até Cristo, catorze.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

A partir de hoje, a liturgia da Igreja quer fazer-nos aproximar ainda mais do mistério do Natal. E, nestes dias, apresenta-nos os trechos dos Evangelhos da infância, referidos unicamente por Mateus e Lucas. Contrariamente a João que abre com a descrição da origem divina de Jesus e de Marcos que inicia com a pregação de João Baptista, Mateus e Lucas, descrevem alguns episódios relativos ao nascimento e à infância de Jesus. Mateus abre o seu Evangelho com a descrição da árvore genealógica de Jesus. Também Lucas refere a genealogia de Jesus, mas apenas no fim do terceiro capítulo. As duas listas diferem entre si. De David a José coincidem apenas em dois nomes. Isto sucede porque Mateus prefere a sucessão dinástica, enquanto que Lucas segue a natural. Mateus, que se dirige tanto aos cristão de origem hebraica quanto aos de origem pagã através da sua lista de nomes, pretende levar os seus leitores a descobrir que Jesus é tanto “filho de David” quanto “filho de Abraão”, dois títulos que apresentam Jesus como o cumprimento da promessa de Deus. O plano de salvação que Deus está a actuar e que tem o seu ápice no nascimento de Jesus não é improvisado. O Senhor preparou-o há muito tempo, desde Abraão e David, precisamente. Através das gerações, o Senhor conduziu a história de Israel até levá-la ao seu cumprimento: precisamente, até “José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Messias”. Esta página evangélica, aparentemente árida na longa lista de nomes, recorda-nos que Jesus não vive fora da história dos homens, antes pelo contrário, atravessa-a de dentro, até realizá-la. E é por alguma razão que na lista de Mateus, depois dos nomes que vão de Abraão até David (vv. 1-11), são conhecidos apenas os dois primeiros (Salatiel e Zorobabel) e os últimos dois (José e Maria), enquanto que os outros, são pessoas desconhecidas. Eles, apesar de não terem realizado eventos extraordinários, entraram na história de amor de Deus. Se assim foi para eles, pode ser também para nós. Em Jesus, todas as gerações podem encontrar conforto e salvação. Jesus não pertence a uma única cultura ou a uma única civilização. Todo o que aderir a Ele pertence à grande história de Deus. Jesus recapitula em Si todas as coisas, como escreverá o apóstolo Paulo. Não é por acaso, então, que na lista entrem também algumas mulheres pagãs, como Raab e Rute ou mulheres manchadas de culpas tal como Tamar e a mulher de Urias. Jesus é o “rei” de Israel e de todos os povos, é Aquele que salva e que redime os justos e os pecadores, os homens e as mulheres: ninguém está excluído da Sua misericórdia. A única condição é acolhê-la. Na lista genealógica de Mateus, podemos – se quisermos – introduzir os nossos nomes e os dos nossos entes queridos ou de todos os que encontramos com amor. O Senhor Deus escolheu caminhar connosco: Jesus é deveras o Emanuel, o Deus que está connosco.


17/12/2012
Oração pela Paz


Calendário da semana
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
12
Segunda-feira, 12 de Dezembro
Oração pelos pobres
DEZ
13
Terça-feira, 13 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
14
Quarta-feira, 14 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
15
Quinta-feira, 15 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
16
Sexta-feira, 16 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
17
Sábado, 17 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
18
Domingo, 18 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri