Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

I Coríntios 2,10-16

A nós, porém, Deus o revelou por meio do Espírito. Pois o Espírito tudo penetra, até as profundidades de Deus. Quem, de entre os homens, conhece o que há no homem, senão o espírito do homem que nele habita? Assim também, as coisas que são de Deus, ninguém as conhece, a não ser o Espírito de Deus. Quanto a nós, não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que vem de Deus, para podermos conhecer os dons da graça de Deus. E deles não falamos com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito inspira, falando de realidades espirituais em termos espirituais. O homem terreno não aceita o que vem do Espírito de Deus, pois é uma loucura para ele. Não o pode compreender, pois só de modo espiritual pode ser avaliado. Pelo contrário, o homem espiritual julga todas as coisas e a ele ninguém o pode julgar. Pois quem conheceu o pensamento do Senhor, para poder instruí-lo? Mas nós temos o pensamento de Cristo.

 

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Paulo, que tinha acabado de viver o “insucesso” de Atenas, apresenta-se aos cristãos de Corinto, apenas com a força da pregação de Cristo crucificado, síntese mais alta do Evangelho do amor. É o alicerce do anúncio evangélico e da pregação cristã. Na Cruz cumpre-se o amor de Deus para com os homens. Ele, de facto, enviou o Seu próprio Filho à Terra para que se entregasse à morte na cruz e salvasse assim os homens do mal e da morte. Na Carta aos Romanos, Paulo escreveu que dificilmente se encontra uma pessoa disposta a morrer por uma pessoa boa, mas Deus mandou o próprio Filho para morrer por nós enquanto pecadores. O discípulo é chamado a compreender e a comunicar ao mundo esta “Boa Notícia”. E deve transmiti-l’A não tanto com raciocínios requintados quanto com a sua própria vida, como de resto o fez Jesus. Paulo recorda aos Coríntios que não lhes falou com “o prestígio da oratória ou da sabedoria”, mas com a “demonstração no poder do Espírito”. Isto é, com palavras eficazes, com o testemunho de transformações efectivas, reais. Não se trata de convencer mas de tocar os corações e de fazer mudar de vida. Tornar-se, isto é, homens “espirituais” que se deixam guiar pelo Espírito do Senhor. O discípulo, levado pelo Espírito, torna-se espiritual, isto é, cheio de uma sabedoria que não lhe vem das suas tradições nem dos hábitos humanos, mas do Evangelho. De facto, o Espírito revela aos discípulos o mistério escondido desde o começo dos tempos, que mostra no rosto de Jesus aquilo que nenhum olho humano tinha visto antes, que faz compreender o mistério do amor contido nas Sagradas Escrituras e na vida da Igreja. Quem se deixa levar pelo Espírito pode dizer com o apóstolo: “Nós, porém, temos o pensamento de Cristo”.


18/02/2013
Oração pela Paz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri