Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória dos apóstolos Filipe e Tiago.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Se morrermos com Ele, com Ele viveremos;
se perseverarmos com Ele, com Ele reinaremos.

Aleluia aleluia, aleluia

São João 14,6-14

Jesus respondeu-lhe: «Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém pode ir até ao Pai senão por mim. Se ficastes a conhecer-me, conhecereis também o meu Pai. E já o conheceis, pois estais a vê-lo.» Disse-lhe Filipe: «Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta!» Jesus disse-lhe: «Há tanto tempo que estou convosco, e não me ficaste a conhecer, Filipe? Quem me vê, vê o Pai. Como é que me dizes, então, ‘mostra-nos o Pai’? Não crês que Eu estou no Pai e o Pai está em mim?
As coisas que Eu vos digo não as manifesto por mim mesmo: é o Pai, que, estando em mim, realiza as suas obras.

Crede-me: Eu estou no Pai e o Pai está em mim; crede, ao menos, por causa dessas mesmas obras. Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim também fará as obras que Eu realizo; e fará obras maiores do que estas, porque Eu vou para o Pai, e o que pedirdes em meu nome Eu o farei, de modo que, no Filho, se manifeste a glória do Pai. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, Eu o farei.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Se morrermos com Ele, com Ele viveremos;
se perseverarmos com Ele, com Ele reinaremos.

Aleluia aleluia, aleluia

A memória conjunta destes dois apóstolos começou a ser celebrada a partir do século VI quando foi dedicada em Roma a Basílica dos Santos Apóstolos onde foram depostas as suas relíquias. Filipe, natural de Betsaida, é um dos primeiros chamados por Jesus. É a ele que Jesus pergunta quantos pães há, antes da primeira multiplicação. E é a Filipe que se dirigem os dois gregos que querem ver Jesus, enquanto que é ele que pede a Jesus: “Mostra-nos o Pai e isso nos basta”. Segundo uma antiga tradição Filipe proclamou o Evangelho na Ásia Menor e morreu mártir na Frígia. O apóstolo Tiago é identificado como o filho de Alfeu e, ao mesmo tempo, como irmão de Jesus tendo-se tornado no primeiro responsável pela comunidade judaico-cristã de Jerusalém. A ele, é atribuída a primeira das cartas católicas, dirigida aos judeo-cristãos da diáspora. Narra a tradição que morreu ao ser lançado do pináculo do templo enquanto repetia as mesmas palavras de Jesus: “Senhor, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”. Esplêndidas são as palavras com que Santo Agostinho canta o amor dos apóstolos que chegaram até ao martírio: “Considerai, ó irmãos, a pujança do evento pelo qual alguns homens foram enviados para todo o mundo para falar, de um Homem morto que tinha subido ao Céu e que por causa de um anúncio deste género sofreram tudo o que o mundo enlouquecido lhes impunha: perdas, exílio, prisão, tormentos, chamas, animais ferozes, cruzes, morte. Teria Pedro morrido por uma glória pessoal? Alguém morria para que outro fosse honrado; alguém era condenado à morte para que fosse outro a receber a adoração. Poderia fazer uma coisa do género alguém que não tivesse sido animado pelo fogo da caridade e da íntima consciência da verdade?”. Tudo isso derivava da frequentação de Jesus, do encontro com aquele Mestre que lhes tinha mudado a vida. O Evangelho mostra-nos Jesus como o Caminho, a Verdade e a Vida. É Ele que os conduzirá ao Pai. É Filipe que, em nome de todos, pede: “Mostra-nos o Pai e isso nos basta”. Jesus responde-lhe com uma repreensão desconsolada: “Há tanto tempo que estou no meio de vós e ainda não Me conheces, Filipe? Quem Me viu, viu o Pai”. Tocamos aqui o cerne da fé cristã. Encontramo-nos com Deus, através de Jesus. “Ninguém jamais viu a Deus”, escreve João na sua primeira Carta (4, 12). Jesus revela-no-l’O. Filipe e Tiago, com o próprio testemunho, continuam a repetir-nos isso para que aumente a nossa fé.


03/05/2013
Oração dos Apóstolos


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri