Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Hebreus 13,7-17

Recordai-vos dos vossos guias, que vos pregaram a palavra de Deus; observai o êxito da sua conduta e imitai a sua fé. Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e pelos séculos. Não vos deixeis levar por doutrinas diversas e estranhas, porque é bom que o coração seja fortalecido pela graça e não por alimentos, que de nada aproveitaram aos que insistiam nessa observância. Nós temos um altar do qual não têm o direito de comer os que servem na tenda. De facto, os corpos dos animais, cujo sangue é levado pelo Sumo Sacerdote ao santuário para a expiação dos pecados, são queimados fora do acampamento. Por isso, também Jesus, para santificar o povo com o seu próprio sangue, padeceu fora das portas. Saiamos, então, ao seu encontro fora do acampamento, suportando a sua humilhação, porque não temos aqui cidade permanente, mas procuramos a futura. Por meio dele, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome. Não vos esqueçais de fazer o bem e de repartir com os outros, pois são esses os sacrifícios que agradam a Deus. Sede submissos e obedecei aos que vos guiam, pois eles velam pelas vossas almas, das quais terão de prestar contas; que eles o façam com alegria e não com gemidos, o que não seria vantajoso para vós.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Estes versículos estão unidos pela preocupação para com os responsáveis pela comunidade. A Carta, ciente de que a unidade da comunidade depende também de quem está à frente dela, exorta os cristãos a “lembrarem-se” de quem tem o dever de “ensinar a Palavra de Deus”. O apóstolo Paulo escreve que a fé depende da escuta. Por isso, os cristãos são chamados a escutarem o pregador e a acolherem no coração as suas palavras. Se aquele que prega responde a Deus sobre o modo como exerce esse ministério, o crente responde sobre o modo como escuta. Por isso, a exortação para “lembrarem-se” dos responsáveis da comunidade é sempre oportuna: trata-se de fazer tesouro da pregação deles, porque “Jesus Cristo é o mesmo, ontem e hoje, e será sempre o mesmo”, mas também de imitar a fé e de acompanhá-la com a oração, com a ajuda, com o sustento para que possam exercer com ponderação o seu ministério. De resto, na comunidade cristã a autoridade não representa a si mesma, mas o Senhor, que é a “cabeça” do corpo, a Igreja. Portanto, a obediência é um dos fundamentos da vida dos crentes: ela liberta da escravidão das próprias opiniões ou das dos outros. Por isso, o autor volta a esclarecer algumas disposições relativas aos “alimentos” proibidos. Tratava-se provavelmente de rituais para os quais eram excluídos certos alimentos, por se acreditar que contaminassem o espírito com a matéria má (cfr. 1Tm 4, 3), enquanto que era atribuída a outros alimentos uma natureza celeste, dotada de poderes especiais. A Carta assume uma firme posição contra essas opiniões. O cristão ganha “firmeza de coração” não com a comida mas escutando o Evangelho. Portanto, ninguém pense poder alcançar a salvação alimentando-se com comida “santa”: quem quer entrar “na cidade futura” deve participar na “humilhação” de Cristo, na Sua paixão. Na verdade, trata-se de viver a vida cristã não como um cúmulo de regras, mesmo rituais, mas de abandonar a lógica do pecado e acolher o amor de Cristo. Assim se entra no Reino prometido. E a esmola faz parte desta lógica do amor. Pode parecer uma ajuda modesta, mas é um gesto concreto para sairmos de nós mesmos e afastarmo-nos da lógica do mundo: começa-se abrindo as mãos, continua-se abrindo o próprio coração para aqueles que têm necessidade de ajuda e de amor.


27/06/2013
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri