Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias 4,1-15

«Se te queres converter, Israel, volta para mim;
- oráculo do Senhor.
Se afastares da minha face as tuas abominações,
não andarás errante.

Então, jurarás 'pela vida do Senhor',
se andares na verdade, no direito e na justiça;
em ti serão abençoadas as nações
e em ti se gloriarão.

Pois, assim fala o Senhor
aos habitantes de Judá e Jerusalém:
Cultivai o vosso campo e não semeeis entre espinhos.

Circuncidai-vos para o Senhor,
cortai a maldade dos vossos corações,
homens de Judá e habitantes de Jerusalém,
para que não se converta em fogo a minha cólera
e arda e não haja quem o apague,
por causa da perversidade das vossas obras.»

«Anunciai em Judá,
proclamai em Jerusalém,
mandai tocar a trombeta pelo país;
gritai em alta voz e dizei:
'Reuni-vos e retirai-vos
para as cidades fortificadas!'

Levantai o estandarte em direcção a Sião!
Fugi apressadamente,
porque vou fazer vir do Norte uma desgraça,
uma grande calamidade.

O leão levantou-se do seu covil,
o destruidor das nações pôs-se em marcha;
saiu do seu refúgio,
para transformar a tua terra num deserto;
as tuas cidades serão destruídas
e ficarão sem habitantes.

Por isso, vesti-vos de luto,
chorai e lamentai-vos,
porque o ardente furor do Senhor
não se afastou de nós.

Pois, naquele dia, o coração do rei
e o vigor dos chefes desfalecerá
- oráculo do Senhor.
Os sacerdotes serão possuídos de terror
e os profetas de espanto.»

Eu disse: «Na verdade, ó Senhor Deus,
Tu enganaste este povo e Jerusalém,
prometendo-lhes a paz,
quando a espada nos penetrou até ao mais íntimo.»

«Naquele tempo,
um vento abrasador soprará dos lados do deserto
em direcção à filha do meu povo,
vento que não joeira nem limpa.

Será como um furacão enviado por mim;
agora vou também Eu pronunciar
a minha sentença contra eles.

Eis que se levantará como nuvem tempestuosa;
os carros são como um furacão,
e os seus cavalos, mais rápidos que as águias.
'Ai de nós! Estamos perdidos!'

Jerusalém, purifica o teu coração da maldade,
para alcançares a salvação.
Por quanto tempo te manterás apegada
aos teus planos de maldade?

Eis que já se ouve uma voz vinda de Dan,
a notícia da calamidade vem da montanha de Efraim.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias dirige-se a Jerusalém num momento difícil, provavelmente de guerra ou de ameaça de guerra. Que fazer nos tempos difíceis? A reposta profética parece inadequada diante do perigo. Jeremias exorta o seu povo a regressar para o Senhor: “Se quiseres voltar, Israel, volta para Mim”. “Voltar” na linguagem veterotestamentária significa “converter-se”, mudar o próprio coração, a própria mente, as próprias acções, como dirá um pouco mais à frente: “Circuncidai-vos em honra do Senhor, circuncidai o coração”. No perigo e nos tempos de crise – estamos a pensar nestes tempos difíceis que todo o mundo está a viver – não é possível procurar só as respostas materiais ou superficiais. É necessário descer em profundidade, olharmos para dentro, no coração, mudar algo de nós mesmos como, aliás, nos pede continuamente a Palavra de Deus. A circuncisão física implicava um corte, uma rescisão. A circuncisão do coração pede para cortarmos de nós mesmos tudo o que nos afasta do Senhor e do próximo. Com efeito, não será lamentando-nos ou atribuindo aos outros as culpas das coisas que correm mal que a situação melhorará: “Cultivai para vós um campo novo e não semeeis entre espinhos”, exorta o profeta. Cada um de nós deve empenhar-se pessoalmente e cultivar o terreno do próprio coração, para retirar o que impede a presença de Deus e enchê-lo de sentimentos e de bons pensamentos. Na vida de todos os dias, é fácil e quase instintivo “semear entre os espinhos”, isto é, espalhar o mal. Nos tempos difíceis falta a coragem, resignamo-nos mais facilmente e todos nós tornamo-nos mais agressivos, mais individualistas, menos preocupados pelo próximo: “Nesse dia o rei e os comandantes vão perder a coragem. Os sacerdotes ficarão perturbados e os profetas abismados”. A Palavra de Deus exorta-nos a não permitir à lógica instintiva de nos preocuparmos só de nós mesmos fechando-nos nos próprios interesses, prontos a defender apenas a nós mesmos. “Jerusalém, lava a maldade do teu coração para que possas ser salva. Até quando guardarás no coração esses pensamentos malignos?”, exorta o Senhor. Devemos continuamente purificar o nosso coração escutando a Palavra do Senhor.


10/07/2013
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri