Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Festa da Virgem Maria do Monte Carmelo.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias 6,1-15

Fugi, filhos de Benjamim, para longe de Jerusalém!
Fazei soar as trombetas em Técua,
levantai o estandarte no alto de Bet-Hacárem,
porque dos lados do Norte surgiu uma desgraça,
uma grande ruína.

A filha de Sião bela e agradável,
ficou reduzida ao silêncio.

Para ela caminham pastores e seus rebanhos,
e ao redor levantam as suas tendas;
cada um apascenta ali a sua manada.

Declarai-lhe a guerra santa!
De pé! Vamos assaltá-la ao meio-dia!
Ai de nós, porque o dia declina;
porque se alargam as sombras da tarde.

Levantemo-nos! Vamos de noite ao assalto,
destruamos os seus palácios!

Porque, assim fala o Senhor do universo:
«Cortai as suas árvores,
fazei delas plataformas contra Jerusalém!
Esta cidade foi exterminada.
Tudo nela é opressão.

Como brota a água da nascente,
assim dela brota a maldade.
Violência e ruína se ouvem ali;
diante de mim só há chagas e feridas.

Emenda-te, Jerusalém,
para que o meu espírito não se aparte de ti
e te reduza a ruínas,
a uma terra inabitada.»

Eis o que diz o Senhor do universo:
«Busca, rebusca como nas vinhas, resto de Israel.
Torna a passar a tua mão,
como vindimador entre os sarmentos.»

A quem falarei?
A quem conjurarei para que me escute?
Eles têm ouvidos incapazes de ouvir!
A palavra do Senhor é-lhes maçadora,
não sentem gosto por ela.

Por isso, estou possuído da ira do Senhor,
já não a posso conter.
Ela derrama-se sobre o menino que vagueia pela rua,
e também sobre todos os jovens.
Todos serão presos:
o homem e a mulher, o ancião e o idoso.

Passarão para a posse de estranhos
as suas casas, os campos e as mulheres.
Pois Eu estenderei a minha mão sobre os habitantes deste país
oráculo do Senhor.

Na verdade, desde o maior ao mais pequeno,
todos se entregam à ganância desonesta;
desde o profeta ao sacerdote, todos praticam a fraude.

Tratam com negligência as feridas do meu povo,
exclamando: 'Paz! Paz!'
Mas não há paz.

Deveriam envergonhar-se pelo seu proceder abominável,
mas eles não se envergonham, nem sabem corar.
Por isso, cairão, entre as vítimas;
perecerão quando Eu os castigar, diz o Senhor.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

O profeta volta a falar para que o povo se converta a Deus e abandone o seu comportamento pecaminoso. Fá-lo insistentemente porque insistente é o amor do Senhor que quer salvá-lo da invasão do inimigo que já se encontra perto de Jerusalém. Deus, que vê muito mais claramente do que os homens, suplica o profeta para que não deixe de falar e encontre quem o escute. Com efeito, da escuta depende a conversão dos pecados e a salvação da cidade. Eis porque o Senhor induz o profeta a ter a mesma paciência daquele que rebusca uma vinha para colher o que sobejou da vindima. Não nos devemos resignar nem diante do mal, nem da fadiga de proclamar a Palavra de Deus. Os cristãos são como aquele agricultor a quem o profeta se dirige para que não deixe de recolher o que ficou: “Rebuscai o que sobrar de Israel, como se rebusca uma vinha: repassai a mão pelos ramos, como faz o vindimador”. Ainda não realizámos todo o necessário. João Paulo II na encíclica Redemptoris missio escreve que “após dois milénios de história cristã a missão da Igreja ainda está no início”. Aquele que vai vindimar não sabe o que vai encontrar, mas mesmo assim, não deixa nada por tentar. O Senhor acredita que é possível encontrar aquele que O escuta. Mas é preciso aproximar-se e saborear a Palavra de Deus, são precisas pessoas dispostas a empreender este papel. Não há dúvidas de que também o profeta está indignado diante de mulheres e de homens que se tornaram presa do mal. A Palavra de Deus desperta-nos de uma vida triste e resignada e chega ao coração não como condenação, mas como oração: “A quem irei falar e testemunhar, para que Me ouçam?”. Esta súplica de Deus é uma exortação a saborear a Sua Palavra, a proclamá-l’A sem nos cansarmos, como aquele profeta que procura o que restou na vinha para apresentá-lo diante do Senhor. Este papel tem uma função de protecção do mundo, para que o mal não prevaleça e não chegue a destruir o que o Senhor construiu. Não basta dizer “paz, paz”, enquanto que não há paz. É urgente escutar a Palavra de Deus para podermos ser todos operadores de paz.


16/07/2013
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
12
Segunda-feira, 12 de Dezembro
Oração pelos pobres
DEZ
13
Terça-feira, 13 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
14
Quarta-feira, 14 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
15
Quinta-feira, 15 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
16
Sexta-feira, 16 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
17
Sábado, 17 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
18
Domingo, 18 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri