Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de São Sérgio de Radonez’, fundador da Lavra da SS. Trindade, em Moscovo. Recordação do pastor evangélico Paul Schneider morto no campo de concentração nazista de Buchenwald a 18 de Julho de 1939.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias 7,1-15

A palavra do Senhor foi dirigida a Jeremias, nestes termos: «Coloca-te à porta do templo do Senhor e proclama aí este discurso: «Escutai a palavra do Senhor, habitantes de Judá, que entrais por estas portas para adorar o Senhor. Assim fala o Senhor do universo, o Deus de Israel:
Endireitai os vossos caminhos e emendai as vossas obras e Eu habitarei convosco neste lugar.

Não vos fieis em palavras de mentira, dizendo: 'Templo do Senhor, templo do Senhor! Este é o templo do Senhor'.

Mas, se endireitardes os vossos caminhos e emendardes as vossas obras, se verdadeiramente praticardes a justiça uns com os outros,

se não oprimirdes o estrangeiro, o órfão e a viúva, nem derramardes neste lugar o sangue inocente, se não seguirdes, para vossa desgraça, deuses estrangeiros,

então, Eu permanecerei convosco neste lugar, nesta terra que dei desde sempre e para sempre a vossos pais. Contudo, eis que vos enganais a vós mesmos, confiando em palavras vãs, que de nada vos servirão. Roubais, matais, cometeis adultérios, jurais falso, ofereceis incenso a Baal e procurais deuses que vos são desconhecidos; e depois, vindes apresentar-vos diante de mim, neste templo, onde o meu nome é invocado, e exclamais: 'Estamos salvos!' Mas seguidamente voltais a cometer todas essas abominações. Porventura, este templo, onde o meu nome é invocado, é a vossos olhos, um covil de ladrões? Ficai sabendo que Eu vi todas estas coisas - oráculo do Senhor. Ide, portanto, ao meu templo que está em Silo onde fiz, ao princípio, morar o meu nome e vede o que lhe fiz, por causa da maldade do meu povo de Israel. E agora, por terdes praticado tais acções - oráculo do Senhor - porque vos falei repetidas vezes e não me escutastes, porque vos chamei e não me respondestes, Eu farei da casa em que é invocado o meu nome e na qual depositais a vossa confiança, deste lugar que vos dei, a vós e aos vossos pais, o mesmo que fiz de Silo: lançar-vos-ei para longe da minha presença, como lancei todos os vossos irmãos, toda a linhagem de Efraim.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O templo de Jerusalém, construído pelo rei Salomão, tinha-se tornado no centro da relação do povo de Israel com Deus. Era o lugar de oração e, sobretudo, do sacrifício. Naquele recinto santo, o crente entrava em comunhão com o Senhor, agradecia-Lhe pelos benefícios auferidos e recebia o perdão do pecado. Jeremias relembra uma verdade antiga da fé de Israel e constantemente presente nos profetas: o templo não é um lugar onde se consuma um culto exterior, não correspondente à vida. Os profetas, a começar por Isaías (c. 1) e depois com Oseias (6, 1-6) e Amós (4, 4-5), afirmam que Deus não aprecia sacrifícios e orações de homens cujas mãos estão manchadas de sangue. Violência e injustiça não estão de acordo com a frequentação da casa de Deus. Como dirá Jesus: “Nem todo aquele que Me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino do Céu. Só entrará aquele que põe em prática a vontade do meu Pai que está no céu” (Mt 7, 21). A comunhão com Deus, que se estabelece no templo, implica uma vida que se mede na escuta da Sua Palavra e não de nós mesmos. Às vezes, corremos o risco de nos contentarmos com uma fé descarnada, que nunca se torna vida, amor pelo próximo, que não luta em prol da justiça, que não muda o coração e a história. Não bastam nem as devoções nem uma prece toda ajeitada à nossa maneira. O templo é o lugar da comunidade, do povo de Deus. Ali não estamos sós. A fé cristã que funda as suas raízes na de Israel, não é um assunto particular entre cada um de nós e Deus, como se os outros não tivessem nada a ver. Por isso, é que às vezes a fé é abstracta, não toca a vida, a quotidianidade, porque é um assunto particular, que cada um de nós gere à sua maneira, sem o confronto e a correcção dos outros. Jeremias, referindo a voz do Senhor, acrescenta: “Endireitai os vossos caminhos e a vossa maneira de agir, e Eu morarei convosco neste lugar”. Este mandamento concretiza-se numa vida que se alimenta da Palavra de Deus, que se ocupa dos pobres (“não oprimais o emigrante, o órfão e a viúva”), que se mede com a fé dos outros, que não se abandona à idolatria. Não se é discípulo sem se pôr em prática os mandamentos do Senhor, sem procurar juntos o caminho da justiça e do amor.


18/07/2013
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri