Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias 13,15-27

Escutai, ouvi, não vos enchais de orgulho,
porque o Senhor falou.

Dai glória ao Senhor vosso Deus,
antes que surjam as trevas,
e tropecem os vossos pés,
nos montes cobertos de sombras.
Vós esperais a luz,
mas Ele transforma-a em trevas,
e converte-a em noite profunda.

Se não ouvirdes isto, eu chorarei em segredo
por causa do vosso orgulho,
e os meus olhos chorarão amargamente
por causa do rebanho do Senhor.

Dizei ao rei e à rainha-mãe:
«Humilhai-vos, sentai-vos no chão,
porque caiu da vossa cabeça
a coroa da vossa glória.»

As cidades do Négueb estão fechadas,
ninguém as pode abrir.
Judá inteira foi deportada,
e a deportação é completa.

Levantai os olhos
e vede os que chegam do Norte!
Onde está o rebanho que te fora confiado,
e as ovelhas de que te gloriavas?

Que dirás, quando puserem à tua frente,
para te governar,
aqueles que consideravas amigos?
Acaso não sentirás dores
como as da mulher que vai dar à luz?

Se disseres no teu coração:
«Porque me aconteceram estas coisas?»
Por causa das tuas faltas,
foram levantadas as tuas vestes e maltratados os teus calcanhares.

Pode um etíope mudar a sua própria cor,
ou um leopardo as pintas de sua pele?
E vós, como podereis praticar o bem,
se fostes instruídos na maldade?

Por isso, vos espalharei como a palha
que o vento do deserto arrebata.

Tal é a tua sorte, a parte que Eu te reservo
porque te esqueceste de mim,
e confiaste apenas na mentira
- oráculo do Senhor.

Por isso, também Eu levantarei as tuas vestes
até à altura da face,
e ver-se-á a tua vergonha!

Os teus adultérios, os teus gritos de prazer,
a tua luxúria infame!
Nas colinas e nos campos,
vi as tuas abominações.
Ai de ti, Jerusalém, que não te purificas!
Até quando vai isto continuar assim?


 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

A questão crucial dirigida por Deus ao Seu povo ecoa no versículo 23: “Podeis vós, viciados no mal, vir um dia a praticar o bem?”. Podemos mudar os nossos pensamentos e as nossas acções quando fomos acostumados a pensar e agir sempre do mesmo modo? O grave perigo na vida de todos nós, é habituarmo-nos ao mal, aceitarmos passivamente os eventos sem pensar, sem entender o que é bom e o que é mau. O mundo habitua-nos a aceitar tudo como normal, mesmo o pior dos males, a injustiça, a violência. Na verdade, parece que desapareceu o sentido do pecado e, consequentemente, a rebelião contra o mal. Entende-se bem a contínua insistência do profeta, quando nos exorta a escutar: “Escutai, prestai atenção! Não sejais orgulhosos, pois é o Senhor quem fala”. Não escutamos por causa da arrogância e do orgulho, que justificam o nosso comportamento. Preferimos a análise do próprio comportamento à humildade da confissão do pecado. Já não estamos acostumados a reconhecer o mal que está dentro de nós. E quando o vemos em actuação fora de nós, na sociedade, na vida de um conhecido ou de um amigo, ficamos surpreendidos, lamentamo-nos e chegamos até a culpar o próprio Deus. Dificilmente nos questionamos. Existe uma força e um mistério do mal na vida quotidiana, perante o qual é necessário interrogarmo-nos para estarmos prontos quando chegar também até nós. Jeremias fala para que o seu povo não se subtraia a esta pergunta. Sim, nós podemos fazer o bem em vez do mal só se ouvirmos, se aceitarmos a correcção, se convertermos o nosso coração, se mudarmo-nos a nós mesmos. “Se não ouvirdes, eu chorarei em segredo diante da vossa soberba. Os meus olhos derreter-se-ão em lágrimas, porque o rebanho do Senhor será exilado”. Deus não pode fazer mais nada senão chorar diante da nossa soberba, porque ela nos afasta d’Ele, causando morte e destruição. Confiemos no Senhor, pois somente na Sua Palavra, podemos encontrar a vida e a felicidade que procuramos.


03/08/2013
Oração da vigília


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri