Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias 16,1-21

Foi-me dirigida a palavra do Senhor, nestes termos: «Não tomarás mulher, nem terás filhos nem filhas nesta terra; porque isto diz o Senhor, a respeito dos filhos e das filhas que nasceram neste lugar, das mães que os conceberam e dos pais que os geraram, nesta terra: 'Hão-de morrer de morte cruel, não serão lamentados nem sepultados, permanecendo como esterco sobre a face da terra; serão confundidos pela espada e pela fome, e os seus cadáveres servirão de pasto às aves do céu e aos animais da terra.'» Disse, ainda, o Senhor: «Não entres na casa onde haja luto, para chorar com os seus moradores, porque Eu retirei deste povo a minha paz, a minha protecção e a minha misericórdia - oráculo do Senhor. Morrerão nesta terra os grandes e os pequenos; não serão sepultados nem chorados; não se farão por eles incisões nem se raparão os cabelos. Não participarão no banquete para consolar o que chora por um defunto, nem lhes será dada a beber a taça da consolação pela morte dos seus pais. Não entrarás, igualmente, na casa em que houver uma festa para te sentares à mesa com os convivas, porque assim fala o Senhor do universo, o Deus de Israel: 'Eis que abafarei neste lugar, à vossa vista e em vossos dias, os gritos de alegria, os cânticos de júbilo, o canto do noivo e da noiva.' Se, quando anunciares ao meu povo esta mensagem, te perguntarem: 'Porque decretou o Senhor contra nós todos estes flagelos? Que pecado ou que crime cometemos contra o Senhor, nosso Deus?', responder-lhes-ás: 'É porque os vossos pais me abandonaram e foram atrás de deuses estranhos, para os servir e adorar, abandonando-me, e não guardaram a minha lei - oráculo do Senhor. Mas vós ainda fizestes pior que os vossos pais; cada um, sem me escutar, segue os maus desejos do seu coração. Expulsar-vos-ei deste país para uma terra que não conheceis, nem vós nem vossos pais. Ali, dia e noite, servireis aos deuses estrangeiros, porque Eu não terei compaixão de vós.'» «Dias virão - oráculo do Senhor - em que não mais se dirá: 'Pela vida do Senhor, que tirou do Egipto os filhos de Israel!' mas sim: 'Pela vida do Senhor, que fez regressar os filhos de Israel do Norte e de todos os países por onde os tinha dispersado.' Vou fazê-los regressar à terra que dei a seus pais. Vou mandar pescadores em grande número que os hão-de pescar - oráculo do Senhor. Depois disto, enviarei numerosos caçadores, que os hão-de caçar pelas montanhas e colinas e nas cavidades dos rochedos. Com efeito, os meus olhos estão postos sobre os seus caminhos, que não me são ocultos, nem as suas iniquidades escapam à minha vista. Primeiramente, pagarei a dobrar o salário das suas iniquidades e dos seus pecados, porque profanaram a minha terra e com os restos imundos dos seus ídolos encheram a minha herança de abominações.» Senhor, minha força, meu amparo,
e meu refúgio no dia da desgraça,
a ti virão nações dos confins do mundo,
e exclamarão:
«Realmente, os nossos pais herdaram uma mentira,
uma inutilidade sem proveito.»

Poderá o homem fabricar deuses para si?
Mas, então, não são deuses!

«Por isso, desta vez, Eu lhes mostrarei,
lhes farei ver a força do meu braço
e eles saberão que o meu nome é 'Senhor.'»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

A linguagem de Jeremias parece quase contraditória: primeiro fala da desgraça, depois, anuncia a intervenção salvífica de Deus. O profeta é, antes de mais, exortado a não partilhar os momentos de luto e de celebração do seu povo. A vida do profeta não se pode conformar com a mentalidade e os hábitos. Ele sabe que deve, antes de mais, ouvir a Palavra de Deus. De resto, o verdadeiro cerne religioso de Israel continua a estar ligado à escuta do Senhor e à obediência da Palavra escutada. Quando Israel perguntar: “”Porque é que o Senhor nos ameaça com estas desgraças tão grandes? Quais foram os erros ou pecados que cometemos contra o Senhor, o nosso Deus?” Então, responder-lhes-ás: “Vós fizestes pior que os vossos antepassados: cada um de vós seguiu a maldade do seu coração obstinado, sem nunca Me dar ouvidos””. No entanto, o Senhor não se resigna à dureza de coração do Seu povo, não o abandona aos seus desejos de rebelião e de pecado. Com a firmeza de um pai severo mas bom, o Senhor ameaça Israel porque espera que reconheça o seu pecado e a necessidade que tem de ser salvo. Esta tomada de consciência é própria de todo o crente: não é possível alcançar a salvação sem um profundo sentimento de humildade, isto é, sem reconhecer próprio pecado e, portanto, a necessidade de se ser perdoado. Muitas vezes, vivemos com a convicção de estarmos certos. Na verdade, seguimo-nos apenas a nós mesmos, convencidos de estarmos do lado da razão. Por isso, de facto, optamos por não escutar a Deus nem ao próximo. No entanto, nada continuará como dantes. Deus intervirá e mudará o curso da história. Escreve o profeta: “Virão dias - oráculo do Senhor - em que ninguém dirá: pela vida do Senhor, que tirou os filhos de Israel do Egipto, mas dirão: pela vida do Senhor, que fez sair os filhos de Israel do país do Norte e de todas as regiões onde os tinha espalhado”. É uma nova confissão de fé de um povo, que reconhece a presença de Deus que vem para reunir depois da dispersão causada por um individualismo exagerado, para nos levar para uma terra onde teremos que aprender a viver juntos. Deus, podemos dizer, forçará o Seu povo a regressar para Ele e, portanto, a sentir-se Seu povo. Enviará pescadores e caçadores para reconduzir para a Terra Prometida os seus filhos dispersos. Pelo que, o fim só pode terminar com um reconhecimento da obra de Deus: “Senhor, minha força e defesa, meu refúgio na hora do perigo, as nações vão procurar-Te, virão das extremidades da Terra" para reconhecer o próprio pecado e a presença de Deus.


12/08/2013
Oração pelos pobres


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri