Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de São Maximiliano Kolbe, padre mártir do amor, que aceitou morrer no campo de concentração de Auschwitz para salvar a vida de um outro homem.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

Jeremias 17,9-27

Nada mais enganador que o coração,
tantas vezes perverso:
quem o pode conhecer?

Eu, o Senhor, penetro os corações
e sondo as entranhas,
a fim de recompensar
cada um pela sua conduta
e pelos frutos das suas acções.

Como a perdiz que choca os ovos que não pôs,
assim é o que junta riquezas fraudulentas.
No meio dos seus dias terá de as deixar,
e o seu fim será o de um insensato.»

Trono sublime de glória desde princípio
é o nosso santuário.

Tu, Senhor, és a esperança de Israel,
todos os que te abandonam serão confundidos.
Os que de ti se afastam serão escritos na terra dos mortos,
porque deixaram o Senhor,
fonte das águas vivas.

Cura-me, Senhor, e ficarei curado;
salva-me e serei salvo,
porque Tu és a minha glória.

Ei-los que me interpelam:
«Onde está a palavra do Senhor?
Que ela se realize agora!»

Eu, porém, jamais te incitei
a enviar-lhes a desgraça,
e não desejei o dia da catástrofe.
Bem conheces as palavras que me saíram da boca,
porque elas estão na tua presença.

Não sejas para mim objecto de espanto,
Tu que és o meu refúgio,
no dia da desgraça.

Sejam confundidos os meus inimigos mas não eu!
Temam eles, e não eu!
Faz recair sobre eles o dia da amargura,
e esmaga-os com dupla desgraça. Isto me disse o Senhor: «Vai e põe-te à porta principal, por onde entram e saem os reis de Judá, e a todas as portas de Jerusalém. Dir-lhes-ás:
'Escutai a palavra do Senhor, reis de Judá, povo de Judá, e vós todos, habitantes de Jerusalém que entrais por estas portas.

Assim fala o Senhor: Evitai, por vossa vida, transportar cargas no dia de sábado, e introduzi-las pelas portas de Jerusalém.

Abstende-vos de tirar cargas para fora das vossas casas no dia de sábado, nem façais trabalho servil. Mas santificai o dia de sábado, como ordenei a vossos pais.

Eles, porém, não prestaram ouvidos, mas endureceram a sua cerviz para não me escutarem nem receberem a instrução.

Se verdadeiramente me ouvirdes - oráculo do Senhor - de sorte que não deixeis passar nenhuma carga pelas portas da cidade, no dia de sábado, santificando este dia, sem fazer nele qualquer trabalho servil, então, pelas portas da cidade, continuarão a entrar, montados em carros e cavalos, reis e príncipes para ocupar o trono de David, e seus oficiais, a gente de Judá e os habitantes de Jerusalém; e esta cidade será povoada para sempre. Outros virão das cidades de Judá, dos arredores de Jerusalém, das terras de Benjamim, da planície, das montanhas e do Négueb para oferecer holocaustos, sacrifícios, oblações, e incenso de acção de graças no templo do Senhor. Mas, se não observardes os meus preceitos sobre a santificação do sábado, de não transportar cargas, de não as introduzir pelas portas da cidade no dia de sábado, porei fogo a essas portas, e ele consumirá os palácios de Jerusalém e nunca mais se apagará.'»


 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

O que somos diante de Deus, para além do orgulho que às vezes nos leva a levantar? Quais são os nossos sentimentos e pensamentos? É verdade, o nosso coração é enganador e “dificilmente se cura. Quem de nós pode entendê-lo?” Não podemos não dar razão ao profeta que nos coloca diante da fragilidade dos nossos pensamentos e dos nossos sentimentos que, aliás, muitas vezes dominam a vida e as nossas escolhas. Às vezes, basta um inconveniente, uma dificuldade, um momento difícil para mudarmos de humor e de comportamento. O Senhor através da Sua Palavra ajuda-nos a decifrarmo-nos, a entendermo-nos em profundidade e, também, a compreender os outros. Há um humanismo que nasce da frequentação das páginas da Bíblia e que torna todos melhores, porque ajuda a compreender em profundidade a vida e a história. Então, cada um de nós, talvez com um pouco menos de orgulho, ciente da fragilidade da própria vida, dirige-se como profeta ao Senhor: “Cura-me, Senhor, e eu ficarei curado; salva-me e eu serei salvo, porque Tu és o meu louvor”. Na fraqueza, não precisamos de nos esconder ou envergonhar-nos, mas podemos encontrar força no Senhor, certos da Sua ajuda. “Quem se orgulha, que se orgulhe no Senhor”, diz o apóstolo Paulo retomando Jeremias 9, 22-23, ciente da força que vem do Senhor. É verdade, às vezes poderá nascer a dúvida perante as dificuldades e o mundo que nos rodeia, quando nos parecer ouvir a mesma pergunta dirigida ao profeta: “Onde está a Palavra do Senhor? Que ela se cumpra”. Não devemos temer, pois o Senhor nunca desampara os Seus servos, os que confiam n’Ele. Por esta razão, o Senhor continua a falar ao profeta, para que ajude o Seu povo a escutar, pondo-se à porta da cidade e pedindo para observar o dia do sábado, dia consagrado ao Senhor. “Mas eles - lamenta o profeta - não atenderam, nem deram ouvidos, e ainda endureceram o pescoço para não Me obedecerem, nem aprenderem a lição”. Todos nós precisamos de escutar. No entanto, quantas vezes teimamos em seguir e escutar apenas a nós mesmos! Confiemos no Senhor, para que a Sua Palavra transforme o nosso coração e a nossa vida.


14/08/2013
Oração com os santos


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical