Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

I Macabeus 1,41-53

Então, o rei Antíoco publicou um édito para todo o seu reino, prescrevendo que todos os povos se tornassem um só povo, abandonando as suas leis particulares.
Todos os gentios se conformaram com esta ordem do rei,

e muitos de Israel adoptaram a religião de Antíoco, sacrificando aos ídolos e violando o sábado. Por meio de mensageiros, o rei enviou a Jerusalém e às cidades de Judá cartas, prescrevendo que aceitassem os costumes dos outros povos da terra, suspendessem os holocaustos, os sacrifícios e as libações no templo, violassem os sábados e as festas, profanassem o santuário e as coisas santas, erigissem altares, templos e ídolos, sacrificassem porcos e animais imundos, deixassem os seus filhos incircuncisos e manchassem as suas almas com toda a sorte de impurezas e abominações, a fim de que esquecessem a lei de Deus e transgredissem todos os seus mandamentos. Todo aquele que não obedecesse à ordem do rei devia ser morto. Foi este o teor com que o rei escreveu a todo o reino; nomeou inspectores para obrigarem o povo a cumprir a sua vontade e ordenou às cidades de Judá que fizessem sacrifícios, em todas elas. Foram muitos os que, de entre o povo, aderiram e abandonaram a lei. Fizeram muito mal no país e obrigaram os verdadeiros israelitas a refugiarem-se em esconderijos, afastados e ocultos.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Antíoco, para impor a sua autoridade sobre vários povos do reino, quer unificar os costumes, a cultura e a religião, como o texto anota: “O rei publicou um decreto, determinando que o reino inteiro formasse um só povo, e cada qual deixasse de lado os seus costumes particulares”. Do ponto de vista religioso impôs a todos - incluindo os judeus - o culto de Zeus, a quem era tão devoto ao ponto de se considerar uma sua incarnação. Assim, através de uma série de decretos impôs a Jerusalém e a todas as cidades da Judeia de “adoptarem a legislação estrangeira”, cessando todas as actividades de culto no templo e cancelando qualquer observância religiosa judaica. Quem desobedecesse arriscava a morte. É uma verdadeira ditadura que chega ao ponto de impor a limitação à liberdade religiosa. No século passado, mas também não faltam exemplos no início deste milénio, numerosos foram, infelizmente, os casos dramáticos de ditaduras que, além da privação das liberdades civis, também impediram a liberdade de professar a própria fé. No caso de Antíoco é evidente a sede de poder que o leva até a identificar-se com a divindade. É uma tentação recorrente ao longo da história que, aliás, se manifesta de muitas maneiras. O orgulho e o poder levam a uma prevaricação de tons quase religiosos, visto que levam à exaltação do “eu” que esmaga os outros. Cada geração, cada tempo, deve defender-se deste tipo de “ditadura do eu”. Podem mudar os lugares e até mesmo as sociedades, mas a conclusão é sempre a mesma: o “eu” que subjuga a vida dos outros. Em comparação com os regimes ditatoriais do século passado, hoje parece prevalecer uma espécie de ditadura do materialismo ou do dinheiro que se torna uma verdadeira religião em cujo altar se sacrificam vidas inteiras de pessoas. É uma ditadura invisível, mas não menos presente e forte. Quando se perde a referência em Deus, começa a faltar qualquer freio ao poder do indivíduo ou do grupo e, por isso, a prevaricação torna-se mais fácil e a convivência pacífica e duradoura entre os homens, mais difícil. Só uma paternidade superior comum - precisamente a de Deus - pode ajudar os homens e as mulheres a conviverem em paz uns com os outros, respeitando-se reciprocamente na própria diversidade. Comunicar ao mundo a existência de um único Deus, Pai de todos os povos, é a missão confiada por Deus primeiro a Israel e depois à Igreja. É uma missão que une as duas religiões. Sim, as duas, hebreus e cristãos, temos uma missão universal: comunicar o único Deus, Criador e Pai de todos, a um mundo cujos povos têm dificuldade em encontrar harmonia e paz.


03/10/2013
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri