Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

A Igreja bizantina venera hoje São Sabas (+ 532) “arquimandrita de todos os ermos da Palestina”.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São Mateus 7,21.24-27

«Nem todo o que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no Reino do Céu, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está no Céu. «Todo aquele que escuta estas minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; mas não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. Porém, todo aquele que escuta estas minhas palavras e não as põe em prática poderá comparar-se ao insensato que edificou a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; ela desmoronou-se, e grande foi a sua ruína.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O trecho evangélico reporta as palavras finais do discurso da montanha, o primeiro grande discurso de Jesus no Evangelho de Mateus. Jesus chama a atenção aos que O ouvem que só as palavras não são suficientes, que não bastam as fórmulas, fossem elas as mais correctas, para se ser deveras Seus discípulos e salvar, portanto, a própria vida: “Nem todo aquele que Me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino do Céu. Só entrará aquele que põe em prática a vontade de Meu Pai” (21). O que conta e que salva não são as palavras que se pronunciam, mas “ser” discípulos, isto é, pôr em prática o Evangelho que se escutou. Por isso, Jesus conclui todo o discurso da montanha com a parábola da casa. Diz: “Quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como o homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha”, enquanto que “quem não as põe em prática, é como o homem sem juízo que construiu a sua casa sobre a areia”. O exemplo continua: cai a chuva torrencial, os rios transbordam, os ventos sopram com violência sobre aquelas duas casas. É óbvio que Jesus Se refere às tempestades da vida: as tentações que nos afligem, as dificuldade que se abatem sobre nós, os problemas que nos angustiam, entre outros. Pois bem, a casa construída na rocha, isto é, uma vida marcada pela fidelidade ao Evangelho e ao amor, permanece firme; pelo contrário, a outra, construída na areia, desaba. Mas, o que é a areia senão aquele infinito número de vícios, de instintos egocêntricos que tornam a nossa vida, muitas vezes, fútil, banal, inconsistente e amiúde também brutal e violenta? Só se soubermos acolher com fé a Palavra Evangélica que é firme e bem diferente dos nossos undívagos e instáveis sentimentos, é que poderemos edificar a nossa vida e a dos nossos irmãos numa base sólida e estável. Todos os dias, o Senhor exorta-nos a alimentarmo-nos da Palavra Evangélica. Deste modo, poderemos fundamentar a nossa vida não sobre nós mesmos ou sobre os nossos sentimentos, inconsistentes e instáveis como a areia, mas na Palavra de Deus, verdadeira rocha e fundamento da existência, tanto pessoal quanto comum.


05/12/2013
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
12
Segunda-feira, 12 de Dezembro
Oração pelos pobres
DEZ
13
Terça-feira, 13 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
14
Quarta-feira, 14 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
15
Quinta-feira, 15 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
16
Sexta-feira, 16 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
17
Sábado, 17 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
18
Domingo, 18 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri