Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 7,24-30

Depois de os mensageiros de João se terem retirado, Jesus começou a dizer à multidão acerca dele: «Que fostes ver ao deserto? Uma cana agitada pelo vento? Que fostes ver, então? Um homem vestido com roupas finas? Os que usam trajes sumptuosos vivem regaladamente e estão nos palácios dos reis. Que fostes ver, então? Um profeta? Sim, Eu vo-lo digo, e mais do que um profeta. É aquele de quem está escrito:
‘Vou mandar à tua frente o meu mensageiro,
que preparará o caminho diante de ti.’

Digo-vos: Entre os nascidos de mulher não há profeta maior do que João; mas, o mais pequeno do Reino de Deus é maior do que ele.» E todo o povo que o escutou, bem como os cobradores de impostos, reconheceram a justiça de Deus, recebendo o baptismo de João. Mas, não se deixando baptizar por ele, os fariseus e os doutores da Lei anularam os desígnios de Deus a seu respeito.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Ontem ouvimos do Evangelho de Lucas, a resposta que Jesus deu aos discípulos de João que Lhe perguntavam se era Ele o Messias ou se deveriam esperar outro. Depois da resposta, aqueles discípulos foram referir a João Baptista, que estava na prisão, as palavras de Jesus. Enquanto se afastavam, Jesus dirige-Se à multidão para tecer o elogio deste singular profeta que tinha a Sua mesma idade. E recorda a sua extraordinária pregação. O próprio Jesus tinha ficado fascinado, tanto é que foi ter com ele no Jordão precisamente no início da Sua vida pública. João Baptista, das margens do Jordão, do lugar onde a tradição diz que ocorreu a palingenesia do mundo, admoestava todos para se afastarem de uma existência vivida com superficialidade; para evitarem uma vida vivida à mercê das modas do tempo e dos falsos e decepcionantes mitos. O profeta austero exortava a regressar a si mesmos, a fazer penitência, a escolher um comportamento de justiça e a receber o Senhor. A sua pregação não se afastava da dos antigos profetas de Israel. E já era uma grande coisa. Mas João Baptista – diz Jesus - é mais do que um profeta: ele foi mandado por Deus para preparar o caminho ao Messias. Esta é a sua verdadeira grandeza: preparar, precisamente, os corações dos homens e das mulheres daquele tempo para acolherem o Messias, o Salvador. Podemos dizer que, numa visão espiritual da história, qualquer discípulo de Jesus, qualquer comunidade cristã, deve realizar a mesma missão que foi de João Baptista: isto é, preparar os corações para acolherem o Salvador. Com efeito, o discípulo de Jesus não deve falar de si mesmo e das suas obras ou dos seus feitos e nem sequer deve perder tempo para afirmar as próprias ideias ou as próprias convicções. Ele deve aplicar toda a sua vida, as suas palavras, as suas obras, para preparar o caminho ao Senhor, para que Jesus possa entrar no coração das pessoas, para que a misericórdia de Deus possa alcançar os corações para os quais foi enviada. O cristão, a Igreja, trabalham para que a Palavra de Deus alcance o coração dos homens e os comova para que possam encontrar Jesus e aderir a Ele. É a missão que qualquer geração cristã é chamada a realizar até aos confins da Terra. É verdade, aos discípulos e às comunidades cristãs de todos os tempos é pedido para continuarem a indicar aos homens e às mulheres do próprio tempo Jesus e dizerem: “Eis o Cordeiro de Deus”. É necessário dizê-lo com as palavras e com a vida, precisamente como o fez João Baptista.


19/12/2013
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri