Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Festa do Cristo negro de Equipulas, na Guatemala, venerado em toda a América Central.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

São Marcos 1,29-39

Saindo da sinagoga, foram para casa de Simão e André, com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama com febre, e logo lhe falaram dela. Aproximando-se, tomou-a pela mão e levantou-a. A febre deixou-a e ela começou a servi-los. À noitinha, depois do sol-pôr, trouxeram-lhe todos os enfermos e possessos, e a cidade inteira estava reunida junto à porta. Curou muitos enfermos atormentados por toda a espécie de males e expulsou muitos demónios; mas não deixava falar os demónios, porque sabiam quem Ele era. De madrugada, ainda escuro, levantou-se e saiu; foi para um lugar solitário e ali se pôs em oração. Simão e os que estavam com Ele seguiram-no. E, tendo-o encontrado, disseram-lhe: «Todos te procuram.» Mas Ele respondeu-lhes: «Vamos para outra parte, para as aldeias vizinhas, a fim de pregar aí, pois foi para isso que Eu vim.» E foi por toda a Galileia, pregando nas sinagogas deles e expulsando os demónios.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

O Evangelho descreve a intensa actividade de Jesus em Cafarnaum no arco de dois dias consecutivos. Jesus já não está sozinho, não é um pregador solitário; escolheu anunciar o Evangelho do Reino juntamente com o grupo de discípulos que reuniu. Com eles forma já uma singular família baseada não nos laços de sangue, mas na adesão a Ele e ao Seu projecto de amor. O evangelista apresenta-O enquanto entra em casa deles em Cafarnaum. Logo Lhe apresentam a velha sogra de Pedro, que está de cama com febre. Jesus aproxima-Se, pega-lhe na mão e ajuda-a a levantar-se da cama, curada. A idosa põe-se logo a servi-los. Com efeito, a cura significa abandonar o imobilismo da própria preguiça e pôr-se ao serviço de Jesus e da Sua comunidade. Não se trata de magia: Jesus pegou na mão daquela idosa enfraquecida e levantou-a dando-lhe novo vigor. É assim que se acompanham os idosos, a começar por aqueles que estão em nossa casa. E, mormente, os que são internados nos hospitais para doentes crónicos. A cura da idosa sogra de Pedro é uma lição que devemos aprender ainda hoje. O evangelista passa, depois, a descrever uma cena comovente: diante da porta daquela casa reúnem-se “todos os doentes e os que estavam possuídos pelo demónio” da cidade. “A cidade inteira reuniu-se em frente da casa”. É uma cena que induz as nossas comunidades cristãs, as nossas igrejas e também os nossos corações a meditar. Porque é que é raro vermos hoje uma cena como esta? E não é contra o Evangelho afastar das nossas igrejas (e dos nossos corações) os humildes, os estrangeiros, os ciganos, os deficientes mentais e todos aqueles que pedem ajuda? Jesus saiu da porta de casa e “curou muitas pessoas”. Marcos não escreve que curou todos, mas muitos, como que a salientar que a ferida dos muitos doentes que não conseguimos ajudar, permanece aberta. Passada a tarde e a noite, Jesus levanta-Se de manhã cedo e dirige-Se para um lugar apartado para rezar. Começa o dia com a oração, num lugar apartado, íntimo, longe da multidão e da confusão. É no silêncio que encontra o Seu Pai que está no Céu. Para Jesus, a oração não é só o início temporal do dia, é o seu fundamento. E quando os discípulos dirigem a mente e o coração a Deus, inicia o tempo novo anunciado pelo Evangelho. Estar diante do Senhor em oração, como filhos que tudo esperam d’Ele, significa iniciar um novo modo de viver: fazer não a nossa vontade – como normalmente cada um de nós continua a fazer - mas a do Pai. E o Pai quer que todos os homens se salvem. Por isso, aos discípulos que O queriam reter na zona, Jesus responde que é preciso alargar o coração até aos limites da Terra. Não pára nos lugares habituais, vai para todo o lado. E onde quer que passe, cria um clima novo, de festa, sobretudo entre os pobres; também os leprosos vão ter com Ele e são curados.


15/01/2014
Oração com os santos


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri