Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

São Marcos 3,31-35

Nisto chegam sua mãe e seus irmãos que, ficando do lado de fora, o mandam chamar. A multidão estava sentada em volta dele, quando lhe disseram: «Estão lá fora a tua mãe e os teus irmãos que te procuram.» Ele respondeu: «Quem são minha mãe e meus irmãos?» E, percorrendo com o olhar os que estavam sentados à volta dele, disse: «Aí estão minha mãe e meus irmãos. Aquele que fizer a vontade de Deus, esse é que é meu irmão, minha irmã e minha mãe.»


 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

O evangelista Marcos continua a mostrar Jesus que vive numa casa circundado por uma grande multidão. Enquanto está a falar, chegam os Seus parentes com Maria. O evangelista não refere da razão da visita deles. Mas não é difícil imaginar que estivessem preocupados pelos exageros que Jesus mostrava ou porque tinham sabido que os fariseus estavam a vigiá-l’O, ao ponto de enviarem alguns a Jerusalém. De qualquer modo, queriam vê-l’O e falar-Lhe. Provavelmente cansados pela viagem – vinham de Nazaré – não esperaram que Jesus acabasse de falar e mandaram alguém para avisá-l’O da chegada deles. A multidão era muita e eles ficaram do lado “de fora”. Esta notação não é simplesmente espacial. Aqueles parentes estavam fora, isto é, não pertenciam ao grupo dos que escutavam o Jovem Profeta. Desta notação, podemos já deduzir que não são os laços de sangue ou os laços de um costume ritual que nos levam a ser verdadeiros familiares de Jesus. Só quem está dentro da casa, isto é, quem escuta pessoalmente a Palavra de Deus, é que pertence à nova família que Ele veio constituir. De facto, a quem Lhe diz que fora da casa estavam a Sua Mãe e os Seus irmão, Jesus, “olhando para as pessoas que estavam sentadas ao seu redor, disse: Aqui estão minha Mãe e meus irmãos!”. Com esta afirmação clara e nítida, Jesus indica quem é que pertence à Sua nova família, à Igreja: os membros desta família são todos aqueles que escutam o Evangelho. É desta escuta que nasce a comunidade cristã, é sobre a Palavra de Deus que se edifica a casa. A Palavra de Deus é a rocha que sustém qualquer comunidade, toda a Igreja. E essa comunidade – devemos evidenciar com atenção – não é uma associação qualquer. Ela tem os traços da “família”. A Igreja deve viver como uma família, isto é, com aqueles laços que são próprios desta instituição. Os membros devem ser, deveras, familiares do Pai e entre si. Neste sentido, é decisiva a familiaridade das relações com Jesus com os outros. Devemos estar atentos para não cairmos na tentação de nos considerarmos familiares só porque respeitamos alguns rituais, realizamos alguma obra boa. A proximidade com Jesus tem a característica dos laços que se têm com os familiares, portanto, cheios de espírito, de força humana, de pertença apaixonada, de amor gratuito. É este o significado de discipulado. Ser discípulo, requer a escuta atenta e pronta das palavras de Jesus e o envolvimento da própria vida com Ele. Isto é, não basta pertencer ao grupo dos cristãos para sermos discípulos, como aqueles “parentes” viviam a própria relação com Jesus. Todos os dias, devemos entrar “dentro” da comunidade e escutar o Evangelho como nos é anunciado. Não se é discípulo uma vez por todas! Precisamos, todos os dias, de estar ao lado de Jesus e escutar a Sua Palavra. Se vivermos assim, Jesus olhará com os Seus olhos cheios de amor também para nós e dirá: “Aqui estão minha Mãe e meus irmãos!”. É a bem-aventurança de ser Seus discípulos, não porque merecemos, mas só porque escutamos a Sua Palavra e procuramos pô-l’A em prática.


28/01/2014
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri