Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São Marcos 6,7-13

Chamou os Doze, começou a enviá-los dois a dois e deu-lhes poder sobre os espíritos malignos. Ordenou-lhes que nada levassem para o caminho, a não ser um cajado: nem pão, nem alforge, nem dinheiro no cinto; que fossem calçados com sandálias e não levassem duas túnicas. E disse-lhes também: «Em qualquer casa em que entrardes, ficai nela até partirdes dali. E se não fordes recebidos numa localidade, se os seus habitantes não vos ouvirem, ao sair de lá, sacudi o pó dos vossos pés, em testemunho contra eles.» Eles partiram e pregavam o arrependimento, expulsavam numerosos demónios, ungiam com óleo muitos doentes e curavam-nos.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O Evangelho descreve a primeira missão pré-pascal dos Doze. Jesus chama-os e manda-os dois a dois para as aldeias vizinhas. Podemos dizer que o evangelista refere a primeira lição de Jesus sobre a missão. E exorta os discípulos (um ensinamento que conserva o seu pleno valor ainda hoje) a não viverem para eles mesmos e a não permanecerem fechados nos próprios pequenos horizontes, mas irem ao encontro dos homens, onde quer que eles estejam, para anunciar o Evangelho e curar as enfermidades. É uma missão que não tem fronteiras e que pede aos discípulos para irem sempre mais além, até chegarem ao fundo dos corações e aos confins mais remotos. É significativo que o evangelista Marcos, e com ele Mateus e Lucas, situe o envio em missão nos primeiros passos da vida pública de Jesus. Poderíamos questionar se não fosse mais conveniente esperar. Muitas vezes, pensa-se que antes de falar de Jesus aos outros, antes de anunciar a alegria da vida cristã, é necessário crescer, entender tudo, estar pronto. Se Jesus tivesse esperado que os discípulos estivessem prontos, tê-los-ia enviado em missão, visto que teriam de O abandonar precisamente no fim da Sua vida terrena? A vida cristã é sempre missão. Toda a comunidade é por si só e sempre missionária, pena tornar-se insensível e, até mesmo, extinguir-se. Hoje, neste tempo favorável, somos todos chamados a redescobrir a força da Palavra de Jesus e a Sua força de transformação e de cura, quer se viva em países de antiga ou de recente evangelização. Não devemos ter medo nem dizer: não sou capaz, não cabe a mim, não estou preparado ou coisas do género. A força dos cristãos está só no Senhor, a única bagagem que devemos levar connosco é o Evangelho, a única túnica que devemos vestir é a misericórdia, o único bastão onde nos apoiarmos é a caridade. E, depois, Jesus nunca nos envia sozinhos. São Gregório Magno nota que Jesus mandou-os dois a dois, precisamente para que o amor recíproco fosse a primeira pregação. Jesus exorta os Seus a permanecerem com aqueles que os acolhem, mas grave será a responsabilidade dos que recusam o amor do Senhor que lhes é oferecido. Conversão, libertação do mal, cura, é o que os discípulos onde quer que estejam são chamados a anunciar e a realizar. O Senhor, como repetirá antes de ascender ao Céu, dar-lhes-á o poder para poderem anunciar a todos o Evangelho do Reino por Ele inaugurado.


06/02/2014
Oração pela Igreja


Calendário da semana
JAN
22
Domingo, 22 de Janeiro
Liturgia dominical
JAN
23
Segunda-feira, 23 de Janeiro
Oração pelos pobres
JAN
24
Terça-feira, 24 de Janeiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JAN
25
Quarta-feira, 25 de Janeiro
Oração dos Apóstolos
JAN
26
Quinta-feira, 26 de Janeiro
Oração pela Igreja
JAN
27
Sexta-feira, 27 de Janeiro
Oração da Santa Cruz
JAN
28
Sábado, 28 de Janeiro
Oração da vigília
JAN
29
Domingo, 29 de Janeiro
Liturgia dominical