Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de José de Arimateia, discípulo do Senhor que “aguardava o reino de Deus”.


Leitura da Palavra de Deus

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

São Lucas 6,36-38

Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso.» «Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados. Dai e ser-vos-á dado: uma boa medida, cheia, recalcada, transbordante será lançada no vosso regaço. A medida que usardes com os outros será usada convosco.»

 

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

O trecho evangélico que acabámos de escutar é retirado do sermão da montanha tal como reportado no Evangelho de Lucas. Jesus acabou de proclamar a necessidade do amor para com os inimigos, uma passagem que subverte radicalmente a cultura egocêntrica deste mundo de quem somos todos filhos. Escutámo-l’O ontem através do trecho paralelo do Evangelho de Mateus. Agora, Jesus exorta os discípulos com palavras igualmente perturbantes: “Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso”. Não basta ser simplesmente misericordiosos, apesar disso já ser uma grande coisa, uma vez que normalmente, os nossos corações estão habitados ao rancor, à inveja, à maledicência, à indiferença e aos sentimentos violentos. Jesus põe uma medida alta para a misericórdia, a mesma do Pai. É verdade, os discípulos de Jesus são chamados a serem misericordiosos tal como o é Deus. É um ideal elevado quanto o Céu e, no entanto, é o que o Senhor nos pede a nós, Seus discípulos. Não é apenas uma exortação moral que nos exorta a realizar alguma obra de misericórdia; também é isso. Mas, é sobretudo, um estilo de vida a seguir, o que o Senhor nos indica. Ser misericordiosos como Deus significa ter um coração como o Seu, uma atenção como a Sua, um amor como o Seu. Este nosso mundo precisa de misericórdia. Há muita dureza, desinteresse, há um excesso de individualismo e de indiferença para com o próximo, sobretudo para com os pobres. A misericórdia transforma os corações e a história, precisamente como a transformou Jesus quando passou pelas aldeias e as cidades do Seu tempo, sempre com misericórdia. Por isso, também pode exortar a não julgar e a perdoar. O nosso julgamento sobre os outros é sempre ambíguo: na verdade, normalmente, somos bons connosco e malignos com os outros. É o que o Evangelho diz numa outra parte: estamos prontos a ver o argueiro no olho do outro e a não ver a trave que está no nosso. O Evangelho continua a exortar-nos para abrirmos o coração. Jesus diz: “Dai e dar-se-vos-á; perdoai e sereis perdoados”. Com estas palavras, o Senhor dá-nos uma grande sabedoria evangélica e também humana. Acolhemo-las no coração e pratiquemo-las na vida.


17/03/2014
Oração pela Paz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri