Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São João 14,21-26

Quem recebe os meus mandamentos e os observa esse é que me tem amor; e quem me tiver amor será amado por meu Pai, e Eu o amarei e hei-de manifestar-me a ele.» Perguntou-lhe Judas, não o Iscariotes: «Porque te hás-de manifestar a nós e não te manifestarás ao mundo?» Respondeu-lhe Jesus: «Se alguém me tem amor, há-de guardar a minha palavra; e o meu Pai o amará, e Nós viremos a ele e nele faremos morada. Quem não me tem amor não guarda as minhas palavras; e a palavra que ouvis não é minha, mas é do Pai, que me enviou.» «Fui-vos revelando estas coisas enquanto tenho permanecido convosco; mas o Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, esse é que vos ensinará tudo, e há-de recordar-vos tudo o que Eu vos disse.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

O Evangelho que acabámos de escutar continua o discurso de adeus de Jesus aos discípulos. Ele está para os deixar, mas o amor que tem por eles não termina. Diz-lhes: “Quem aceita os meus mandamentos e lhes obedece, esse é que Me ama”. É uma afirmação que até pode parecer óbvia: na verdade, seguir o ensinamento de alguém, normalmente, é sinal de estima e de apreço. No entanto, Jesus faz notar que para viver o Evangelho não basta um respeito formal, é preciso envolver-se com toda a própria vida. E isso requer o amor de que Jesus fala. O Evangelho que encerra como que num escrínio o amor de Jesus, não propõe uma das muitas ideologias que de tempos em tempos guiam os comportamentos dos homens. O Evangelho contém o próprio amor de Jesus. Com efeito, este amor não é o único motivo para respeitar os mandamentos, mas a própria substância dos mandamentos. Ser cristãos não significa pertencer a uma civilização ou a uma cultura, a um clube ou a uma qualquer organização humana por quanto benemérita. O Evangelho pede que se ligue a própria vida à de Jesus. Já o Antigo Testamento notava isso a propósito da Sabedoria: “A Sabedoria é resplandecente, não murcha, mostra-Se facilmente àqueles que A amam e deixa-Se encontrar por aqueles que A buscam. Amá-l’A é observar as Suas leis” (6, 12.18). Jesus continua dizendo que o amor atrai também o coração do Pai que está no Céu e Ele mesmo manifestar-Se-á naquele que O ama. É a experiência espiritual que todo o crente é chamado a viver. Judas pede-Lhe para Se manifestar a todos e de maneira aparatosa. Pobre Judas que ainda raciocina com as categorias messiânicas comuns! Jesus não responde directamente ao pedido de Judas, mas aproveita a ocasião para esclarecer o que é que significa vê-l’O depois da ressurreição: o amor leva a pôr em prática o Evangelho e o discípulo torna-se na morada de Jesus e do Pai: “Se alguém Me ama, guarda a minha palavra e meu Pai o amará. Eu e meu Pai viremos e faremos nele a nossa morada”. Se falta o amor, o Evangelho será uma palavra muda e os homens descobrir-se-ão sozinhos com eles mesmos, longe de Deus e à mercê do mal. Jesus previne os discípulos deste perigo e promete-lhes o Advogado. Será o próprio Pai a efundi-l’O nos seus corações. O Espírito acompanhá-los-á ao longo da história, ensinando-lhes todas as coisas e recordando as palavras de Jesus que são a herança preciosa a transmitir de geração em geração. Através da acção do Espírito que nos ajuda a compreender cada vez mais profundamente o Evangelho, o Senhor continua a estar presente no meio de nós e a trabalhar em prol do bem da humanidade.


19/05/2014
Oração pela Paz


Calendário da semana
JAN
15
Domingo, 15 de Janeiro
Liturgia dominical
JAN
16
Segunda-feira, 16 de Janeiro
Oração pela Paz
JAN
17
Terça-feira, 17 de Janeiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JAN
18
Quarta-feira, 18 de Janeiro
Oração com os santos
JAN
19
Quinta-feira, 19 de Janeiro
Oração pela Igreja
JAN
20
Sexta-feira, 20 de Janeiro
Oração da Santa Cruz
JAN
21
Sábado, 21 de Janeiro
Oração da vigília
JAN
22
Domingo, 22 de Janeiro
Liturgia dominical