Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

São João 15,1-8

«Eu sou a videira verdadeira e o meu Pai é o agricultor. Ele corta todo o ramo que não dá fruto em mim e poda o que dá fruto, para que dê mais fruto ainda. Vós já estais purificados pela palavra que vos tenho anunciado. Permanecei em mim, que Eu permaneço em vós. Tal como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, mas só permanecendo na videira, assim também acontecerá convosco, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanece em mim e Eu nele, esse dá muito fruto, pois, sem mim, nada podeis fazer. Se alguém não permanece em mim, é lançado fora, como um ramo, e seca. Esses são apanhados e lançados ao fogo, e ardem. Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e assim vos acontecerá. Nisto se manifesta a glória do meu Pai: em que deis muito fruto e vos comporteis como meus discípulos.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Com o Evangelho de hoje, inicia a segunda parte do discurso de adeus de Jesus aos discípulos. Já falou da comunhão com os Seus que se realiza através do amor e do Espírito Santo. Agora, com a imagem do Pai como agricultor, do Filho como a videira e dos discípulos como os ramos, quer descrever aquela circularidade de amor que une os discípulos a Ele e ao Pai. As Escrituras utilizam várias vezes a imagem da videira (e da vinha) para descrever a relação entre o Senhor e o Seu povo. No entanto, desta vez, a videira não é o povo de Israel, mas Jesus. Ele é a “verdadeira videira” que produz frutos bons e que dá a vida. A comunhão entre Ele e o Pai é a fonte da Sua própria vida e a origem da Sua acção. Desceu do Céu sobre a Terra para realizar a vontade do Pai. E a vontade do Pai é que Jesus, unindo os discípulos a Si mesmo, os faça participar do mesmo amor que Ele tem para com o Pai. Inicia o Seu discurso dizendo: “Eu sou a videira e vós os ramos”. Com esta imagem quer que os discípulos compreendam bem o tipo de ligação que estabelece com eles: a relação é tão estreita que chega a formar uma só coisa com Ele. Com efeito, o ramo vive e dá fruto unicamente se fica unido à videira; se se separa secará e morrerá. Permanecer unidos à videira é, portanto, essencial para os ramos. Por isso, Jesus continua: “Quem fica unido a Mim, e Eu a ele, dará muito fruto, porque sem Mim não podeis fazer nada”. Não há outro caminho para o discípulo sem a comunhão firme com o Mestre. E a maneira para conservar a comunhão é indicada por Jesus quando diz: “Se ficardes unidos a Mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes e ser-vos-á concedido”. O termo “ficar”, usado onze vezes no trecho evangélico que escutámos hoje é seguido pela expressão “dar fruto”, usada oito vezes. Dar fruto é próprio daqueles discípulos que escutam a Palavra de Deus com o coração atento. E é desta maneira que se glorifica Deus, como o próprio Jesus realça: “A glória de meu Pai manifesta-se: quando dais muitos frutos e vos tornais meus discípulos”. O discípulo não é tanto aquele que acolhe uma doutrina, quanto aquele que permanece ligado com amor a Jesus, precisamente, como o ramo à videira.


21/05/2014
Oração com os santos


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri