Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de São Filippo Neri (1515-1595), “apóstolo de Roma”.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São João 15,26-16,4

«Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, e que Eu vos hei-de enviar da parte do Pai, Ele dará testemunho a meu favor. E vós também haveis de dar testemunho, porque estais comigo desde o princípio.»


«Dei-vos a conhecer estas coisas para não vos perturbardes. Sereis expulsos das sinagogas; há-de chegar mesmo a hora em que quem vos matar julgará que presta um serviço a Deus! E farão isto por não terem conhecido o Pai nem a mim. Deixo-vos ditas estas coisas, para que, quando chegar a hora, vos lembreis de que Eu vo-las tinha dito. Não vo-las disse, porém, desde o princípio, porque Eu estava convosco.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

O Senhor volta a tranquilizar os Seus discípulos: é verdade que em breve se separarão, mas não para ficarem mais afastados. Com efeito, o amor que os uniu e que os fez caminhar juntos até Jerusalém não terminará. Depois dos momentos obscuros da Paixão e da Morte, Jesus reuni-los-á de novo à Sua volta, ressuscitado. E a nova condição de ressuscitado permitir-Le-á ficar sempre com os discípulos, onde quer que eles estejam. O amor de Jesus, ou melhor, o amor cristão nunca termina com o fim da proximidade física. O próprio Jesus pede aos discípulos, depois da Páscoa, para se confirmarem na fé uns aos outros e de testemunharem ao mundo o amor que os uniu a Ele e que continua a conduzi-los no próprio caminho. O amor que o Senhor derrama nos corações deles desce, precisamente, do alto; não é fruto do esforço deles; é uma dádiva particular de Deus e é um amor extraordinário: multiplica-se vivendo-o e reduz-se até se esgotar se não for praticado. Diz-lhes: “O Advogado, que vos mandarei de junto do Pai, é o Espírito da Verdade que procede do Pai. Quando vier, dará testemunho de Mim”. O Espírito do amor que vem do Pai é transmitido aos discípulos através do Filho. A Sua força suscita uma amizade e um afecto que os une de maneira estável e firme ao ponto de os tornar capazes de testemunhar a própria força do Espírito. O testemunho deste amor por parte dos discípulos suscitará sempre contraposições e hostilidade, diz-lhes Jesus, por parte de quem não O conhece. E os inimigos tentarão pôr em perigo a própria vida dos discípulos. É a triste realidade das perseguições que ainda hoje se abatem sobre os crentes. Mas os discípulos não devem ter medo e muito menos esmorecer a confiança no Mestre. Jesus não abandona os Seus sem recursos à mercê das forças cegas e perversas do mal. Avisa-os: “Disse-vos tudo isto para que não vos escandalizais”. O Senhor não abandona os Seus ao próprio destino. Decerto, os discípulos têm uma grande responsabilidade: a de anunciar o Evangelho do amor gratuito a este nosso mundo para que ele se afaste do mal e do pecado e encontre o caminho da salvação.


26/05/2014
Oração pelos pobres


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri