Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São João 16,16-20

«Ainda um pouco, e deixareis de me ver; e um pouco mais, e por fim me vereis.» Disseram entre si alguns dos discípulos: «Que é isso que Ele nos diz: ‘Ainda um pouco, e deixareis de me ver, e um pouco mais, e por fim me vereis’? E também: ‘Eu vou para o Pai’?» Diziam, pois: «Que quer Ele dizer com isto: ‘Ainda um pouco’? Não sabemos o que Ele está a anunciar!» Jesus, percebendo que o queriam interrogar, disse-lhes: «Estais entre vós a inquirir acerca disto que Eu disse: ‘Ainda um pouco, e deixareis de me ver, e um pouco mais, e por fim me vereis’? Em verdade, em verdade vos digo: haveis de chorar e lamentar-vos, ao passo que o mundo há-de gozar. Vós haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza há-de converter-se em alegria!

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Jesus continua a falar aos discípulos e anuncia-lhes a Sua iminente partida e o Seu próximo regresso. Anteriormente tinha-lhes dito que iria para o Pai e que lhes enviaria o Advogado. Agora conforta-os da tristeza prometendo-lhes que a Sua ausência será breve e que daí a pouco voltarão a vê-l’O: “Daqui a pouco não Me vereis mais; porém, mais um pouco, e tornareis a ver-Me”. Os discípulos ficam um pouco desorientados com estas palavras mas, na verdade, Jesus quer aludir à Sua morte e à Sua ressurreição. É este o sentido do seu afastamento que se transformará em breve numa proximidade bem mais profunda daquela física que até então, eles estavam a viver. Jesus está a falar da Sua morte e ressurreição, mas antes que os discípulos se deixem vencer pela desilusão e pelo desconforto, quer explicar-lhes que essa separação dolorosa, representada pela Sua partida da Terra para regressar ao Pai não é, na verdade, uma separação. Depois da Sua morte virá a ressurreição. É a vitória da vida sobre a morte. Essa vitória permite anular qualquer separação. O que conta para os discípulos de então e de hoje, é continuar a procurar Jesus e a desejar ficar perto d’Ele. Os apóstolos parecem desconcertados por estas palavras paradoxais: como pode o afastamento físico tornar-se numa vizinhança ainda mais próxima? Jesus não deixa sem resposta esse desconcerto. E diz-lhes que o sofrimento e a tristeza pela Sua partida transformar-se-ão em oração de invocação capaz de modificar a tristeza da separação na alegria de uma renovada aproximação. Com efeito, depois da ascensão de Jesus ao Pai, qualquer homem e mulher, em qualquer canto da Terra, pode ter o Senhor ao seu lado e invocá-l’O com a oração: o Senhor falará ao coração deles através da Sua Palavra, da Eucaristia e do amor da comunidade.


29/05/2014
Oração pela Igreja


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri