Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

São Mateus 11,20-24

Jesus começou então a censurar as cidades onde tinha realizado a maior parte dos seus milagres, por não se terem convertido: «Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se os milagres realizados entre vós, tivessem sido feitos em Tiro e em Sídon, de há muito se teriam convertido, vestindo-se de saco e com cinza. Aliás, digo-vos Eu: No dia do juízo, haverá mais tolerância para Tiro e Sídon do que para vós. E tu, Cafarnaúm, julgas que serás exaltada até ao céu? Serás precipitada no abismo. Porque, se os milagres que em ti se realizaram tivessem sido feitos em Sodoma, ela ainda hoje existiria. Aliás, digo-vos Eu: No dia do juízo, haverá mais tolerância para os de Sodoma do que para ti.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

Ressalta o amor apaixonado de Jesus que se torna repreensão pela dureza. A nossa convicção, observantes como somos do ídolo do individualismo, é que não se deve dizer nada a ninguém e que censurar significa uma interferência. Na realidade somo preguiçosos, cheios de preconceitos e não queremos assumir a responsabilidade de ajudar quem se encontra no pecado. Jesus ama e, por isso, ajuda a apercebermo-nos do próprio pecado. Censura a Sua geração porque recusou a pregação de João Baptista e estava a fazer a mesma coisa com a Sua. Isto é, manifestava-se a surdez em acolher o projecto de salvação tal como apresentado por João Baptista. E agora, recusavam também a mensagem que Jesus tinha vindo trazer. A este ponto, Jesus dirige-se a duas cidades da Galileia perto de Cafarnaum e repreende-as severamente: “Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida!”. A acusação refere-se à recusa que as duas cidades fizeram à pregação de Jesus apesar do grande número de milagres por Ele realizados entre os seus habitantes. Portanto, não se trata apenas da acusação de uma vida desviada como, por exemplo, tinha sido o caso de Sodoma e de Gomorra, mas da obstinação dos habitantes das duas cidades em não acolherem o Evangelho no próprio coração e em converterem-se. Jesus recorda duas cidades pagãs antigas, Tiro e Sidónia, que teriam certamente feito penitência e jejum se tivessem assistido aos milagres realizados em Corazim e Betsaida. É um grito de desconforto por parte de Jesus que vê malograr tantos anos de pregações e de acções afectuosas para com todos. Também há um mistério na inospitalidade. Mas ele deve ser interpretado no âmbito da dureza do coração em escutar e em acolher tudo o que vem dos outros e não de nós. A auto-suficiência, o orgulho levam inexoravelmente ao fecho do coração e da mente. E, eis então, o severíssimo julgamento de Jesus sobre as duas cidades. A seguir, Jesus apostrofa Cafarnaum que tinha elegido como Sua morada juntamente com os discípulos. Também com Cafarnaum, é duríssimo: “Serás precipitada no inferno”. Parece que Jesus não se refere apenas aos habitantes, mas a toda a cidade. Com efeito, há uma ligação entre os habitantes e a cidade onde vivem. Podemos dizer que a vida associativa é o resultado da qualidade de vida dos seus habitantes. Se há desinteresse pela vida associada e se cada um pensa apenas nos próprios interesses então, a cidade auto-destrói-se. O inferno inicia assim, a começar pelo egocentrismo dos corações. Há uma responsabilidade dos cristãos para com a cidade onde vivem. Devem ser a sua alma para que a cidade, os homens e as mulheres que nela vivem, sejam ajudados a viver na paz e na harmonia.


15/07/2014
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri