Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São Mateus 11,28-30

«Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, que Eu hei-de aliviar-vos. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o vosso espírito. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.»


 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Os versículos são poucos, mas estão cheios daquela compaixão que escutámos no início da missão pública de Jesus. Ele, como que para sintetizar toda a Sua acção de salvação, chama a Si todos os que estão cansados e sobrecarregados pela vida: podemos dizer, desde o publicano que chamou para que O seguisse, ao pequeno grupo de homens e de mulheres que O escolheram como Mestre, desde as multidões exaustas e cansadas que finalmente podem encontrar um pastor, aos que não têm quem cuide deles, desde os que são oprimidos pela violência dos ricos, aos que estão sujeitos à violência da guerra, da fome, da injustiça. Para todas estas pessoas ecoam, cheias de ternura e de sensibilidades, estas palavras do Senhor: “Vinde a Mim e eu vos darei descanso”. E nós devemos ser a voz de Jesus, a Sua Igreja deve gritar às multidões do mundo o convite de Jesus para se colocarem debaixo do Seu manto. É assim? Ou melhor, será que eu procuro dizer, ainda que com toda a humildade e delicadeza, aquelas mesmas palavras às pessoas que encontro? Aquele convite de Jesus que foi dirigido a nós por um outro, repetimo-lo por sua vez, aos outros que o aguardam? Os homens, pelo contrário, muitas vezes afastam-se dos que estão cansados e oprimidos, abandonam-nos, têm medo de ficarem envolvidos, pensam logo nas próprias dificuldades e sentem-se vítimas deles. Com este convite, Jesus sanciona também uma espécie de direito ao descanso, a ter atenção, sustento, ajuda. Com o nosso amor, devemos ser aquele alívio para os muitos que estão oprimidos pelo sofrimento, por condições de vida injustas, insuportáveis. E o descanso não é outra coisa senão o próprio Jesus: descansar no Seu peito e alimentar-se da Sua Palavra. Jesus, e só Ele, é que pode acrescentar: “Carregai a minha carga”. Não fala da “carga da Lei”, o duro jugo imposto pelos fariseus. A carga de que fala Jesus é o Evangelho, exigente e ao mesmo tempo doce, precisamente como Ele. A verdadeira carga é o facto de se ligar a Ele. Não somos livres quando estamos separados de todos: acabaremos por ficar prisioneiros da carga mais pesada, a do nosso eu. Somos livres apenas se nos ligarmos Àquele que nos desata dos confins restritos do nosso eu. Por isso acrescenta: “Aprendei de Mim porque sou manso e humilde de coração”. São as duas características que Jesus indica a todos, caminho de bem-aventurança, isto é, de felicidade, a dar e a receber. De facto, o manso e o humilde tornam a vida mais fácil para os que estão próximos, ao contrário do arrogante, do colérico, do soberbo, do agressivo, que vive mal e que magoa. Aprendei de Mim: isto é, tornem-se Meus discípulos. Nós precisamos disso; e, sobretudo, precisam disso as numerosas multidões deste mundo que ainda esperam ouvir o convite de Jesus: “Vinde e encontrareis descanso”.


17/07/2014
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri