Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de Santo António das grutas de Kiev (+ 1073). Pai dos monges russos, juntamente com São Teodósio, é considerado o fundador do Mosteiro das grutas.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

São Mateus 13,1-9

Naquele dia, Jesus saiu de casa e sentou-se à beira-mar. Reuniu-se a Ele uma tão grande multidão, que teve de subir para um barco, onde se sentou, enquanto toda a multidão se conservava na praia. Jesus falou-lhes de muitas coisas em parábolas: «O semeador saiu para semear. Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho: e vieram as aves e comeram-nas. Outras caíram em sítios pedregosos, onde não havia muita terra: e logo brotaram, porque a terra era pouco profunda; mas, logo que o sol se ergueu, foram queimadas e, como não tinham raízes, secaram. Outras caíram entre espinhos: e os espinhos cresceram e sufocaram-nas. Outras caíram em terra boa e deram fruto: umas, cem; outras, sessenta; e outras, trinta. Aquele que tiver ouvidos, oiça!»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

O Evangelho apresenta-nos Jesus ao longo do mar da Galileia, obrigado a subir para uma barca por causa da grande multidão que se tinha reunido à Sua volta. E narra uma parábola importante. E, caso raro no Evangelho, explica-a Ele mesmo. O sentido de fundo da parábola é claro: devemos viver da escuta do Evangelho e não da própria presunção. O semeador sai para semear e com grandes braçadas lança a semente. Parece que não se preocupa em escolher o terreno, pois muitas sementes se perdem. Só as que caem no terreno bom dão fruto. Apesar de Jesus não o dizer, compara-Se com o semeador. É Sua, tipicamente Sua, certamente não nossa, a generosidade com que lança a semente. Aquele semeador não é um calculista; e, além disso, parece confiar também naqueles terrenos que são mais uma estrada ou um amasso de pedras do que uma terra arada e pronta para a sementeira. E, no entanto, o semeador lança também lá a semente, esperando que crie raízes. Decerto, todo o terreno é importante para o semeador. Com efeito, não há nenhuma porção desta Terra que ele não considere digna de atenção. Nenhuma porção é descurada. O terreno é o mundo, incluindo aquela parte do mundo que somos nós. Não é difícil reconhecer na diversidade do terreno a complexidade das situações do mundo e as nossas. Jesus não quer dividir os homens e as mulheres em duas categorias, os que representam o terreno bom e os que representam o terreno mau. Cada um de nós reúne todas as diversidades de terreno apresentadas pelo Evangelho. Se calhar, um dia somos mais pedregosos e no outro, somos menos; outras vezes acolhemos o Evangelho mas, depois, deixamo-nos surpreender pela tentação; e, outras ainda, escutamo-l’O e damos bom fruto. Uma coisa é certa para todos: é preciso que o semeador entre no terreno, revolva os torrões, retire as pedras, arranque as ervas daninhas e lance com abundância a semente. O terreno seja ele pedregoso ou bom, pouco importa, deve acolher a semente, isto é, a Palavra de Deus. Ela é sempre uma dádiva. Mas, apesar de vir de fora entra tão profundamente no terreno que se torna numa coisa única com ele. As nossas mãos, provavelmente habituadas a tocarem coisas que consideramos valiosas, dão pouca importância a esta pequena semente. Quantas vezes considerámos bem mais importantes as nossas tradições e as nossas convicções do que a fraca e frágil Palavra evangélica! No entanto, tal como na pequena semente se encontra toda a força que levará à futura planta, assim também na Palavra evangélica reside a energia que cria o nosso futuro e o do mundo. O importante é não contrastá-l’A.


23/07/2014
Oração com os santos


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri