Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

São Mateus 14,22-35

Depois, Jesus obrigou os discípulos a embarcar e a ir adiante para a outra margem, enquanto Ele despedia as multidões. Logo que as despediu, subiu a um monte para orar na solidão. E, chegada a noite, estava ali só. O barco encontrava-se já a várias centenas de metros da terra, açoitado pelas ondas, pois o vento era contrário. De madrugada, Jesus foi ter com eles, caminhando sobre o mar. Ao verem-no caminhar sobre o mar, os discípulos assustaram-se e disseram: «É um fantasma!» E gritaram com medo. No mesmo instante, Jesus falou-lhes, dizendo: «Tranquilizai-vos! Sou Eu! Não temais!» Pedro respondeu-lhe: «Se és Tu, Senhor, manda-me ir ter contigo sobre as águas.» «Vem» - disse-lhe Jesus. E Pedro, descendo do barco, caminhou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo a violência do vento, teve medo e, começando a ir ao fundo, gritou: «Salva-me, Senhor!» Imediatamente Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e disse-lhe: «Homem de pouca fé, porque duvidaste?» E, quando entraram no barco, o vento amainou. Os que se encontravam no barco prostraram-se diante de Jesus, dizendo: «Tu és, realmente, o Filho de Deus!» Após a travessia, pisaram terra em Genesaré. Ao reconhecerem-no, os habitantes daquele lugar espalharam a notícia por toda a região.
Trouxeram-lhe todos os doentes,

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

Depois da multiplicação dos pães e dos peixes, Jesus exorta os discípulos a subirem para a barca e a precedê-l’O na outra margem, enquanto que Ele despediria a multidão. No fim, depois de todos (multidão e discípulos) se terem afastado, Jesus, sozinho, sobe para o monte para rezar. É uma cena que encontramos muitas vezes nos Evangelhos (evidentemente tinha marcado muito os discípulo e a primeira comunidade cristã). Enquanto a barca está a atravessar o lago desencadeia-se uma tempestade. Parece que o evangelista quer sugerir que sem Jesus, facilmente se levantam os ventos e se desencadeiam as tempestades. De qualquer modo, a noite provoca sempre medo. Mas eis que chega a madrugada. E, enquanto o sol nasce, também Jesus Se aproxima dos discípulos, caminhando sobre as águas. O medo confunde as ideias e a vista dos discípulos; eles pensam que seja um fantasma. Jesus, no entanto, dirige-Se directamente a eles e diz-lhes: “Coragem. Sou Eu. Não temais!” Pedro, cheio de dúvidas, pede a Jesus para poder ir ter com Ele. E Jesus satisfaz o seu pedido: “Vem!” diz-lhe. Pedro reconhece aquela mesma exortação que tinha ouvido pela primeira vez na margem daquele lago e, mais uma vez, deixa imediatamente a barca e as redes para ir ter com Jesus. Também ele caminha sobre a água. A resposta confiante e imediata à chamada do Senhor faz sempre milagres. Mas os ventos aumentam e Pedro tem medo, tal como todos nós temos medo quando as adversidades são fortes e violentas. E eis que Pedro começa a afundar. A este ponto, o desespero faz-lhe gritar uma prece desesperada: “Senhor, salva-me!”. E Jesus, imediatamente, segura-o pela mão. E Pedro salva-se. Certo, recorda-lhe a sua pouca fé: “Homem de pouca fé, porque duvidaste?” Pedro tinha começado a caminhar sobre a água, como sucede aos discípulos quando realizam coisas impensáveis, mas a resignação ao mal, faz-nos precipitar. O medo faz-nos afundar. O contrário do medo não é a coragem, mas a confiança. Porque duvidaste, pergunta-lhe com afecto Jesus. Não é precisa a coragem, mas saber confiar n’Aquele que não nos abandona e que nos sustém no perigo. De qualquer modo, o Senhor continua a segurar-nos pela mão e a subir connosco na barca, para prosseguirmos o nosso caminho no mar da vida. Pede-nos para nunca nos afastarmos do Senhor e seguirmos sempre a Sua voz.


05/08/2014
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri