Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Recordação do martírio de São João Baptista, precursor do Senhor.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São Marcos 6,17-29

Na verdade, tinha sido Herodes quem mandara prender João e pô-lo a ferros na prisão, por causa de Herodíade, mulher de Filipe, seu irmão, que ele desposara. Porque João dizia a Herodes: «Não te é lícito ter contigo a mulher do teu irmão.» Herodíade tinha-lhe rancor e queria dar-lhe a morte, mas não podia, porque Herodes temia João e, sabendo que era homem justo e santo, protegia-o; quando o ouvia, ficava muito perplexo, mas escutava-o com agrado. Mas chegou o dia oportuno, quando Herodes, pelo seu aniversário, ofereceu um banquete aos grandes da corte, aos oficiais e aos principais da Galileia. Tendo entrado e dançado, a filha de Herodíade agradou a Herodes e aos convidados. O rei disse à jovem: «Pede-me o que quiseres e eu to darei.» E acrescentou, jurando: «Dar-te-ei tudo o que me pedires, nem que seja metade do meu reino.» Ela saiu e perguntou à mãe: «Que hei-de pedir?» A mãe respondeu: «A cabeça de João Baptista.» Voltando a entrar apressadamente, fez o seu pedido ao rei, dizendo: «Quero que me dês imediatamente, num prato, a cabeça de João Baptista.» O rei ficou desolado; mas, por causa do juramento e dos convidados, não quis recusar. Sem demora, mandou um guarda com a ordem de trazer a cabeça de João. O guarda foi e decapitou-o na prisão; depois, trouxe a cabeça num prato e entregou-a à jovem, que a deu à mãe. Tendo conhecimento disto, os discípulos de João foram buscar o seu corpo e depositaram-no num sepulcro.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

A Igreja, desde as origens, recorda não só o nascimento de João Baptista, como também o dia da sua morte, por mão de Herodes, que preferiu dar ouvidos aos caprichos de uma mulher com um coração mau, do que escutar a palavra severa mas verdadeira do profeta. João Baptista tinha pregado a justiça e a conversão do coração. É o último, o maior dos profetas, aquele que prepara o advento do Messias. O seu rigor contrasta o hábito de submeter tudo ao próprio interesse; a essencialidade ajuda-nos a libertar-nos do supérfluo; a sua presença recorda-nos que não podemos conhecer Jesus sem preparar o nosso coração, sem enfrentar o deserto do coração e de muitos lugares do mundo. Escutamos a sua voz para preparar um caminho ao Senhor que está a chegar. E tinha entrado no ânimo do rei. Pelo contrário, Herodíades estava cada vez mais contrariada pela pregação do profeta e detestava-o. Infelizmente, Herodes não continuou a escutar as palavras do profeta e o temor que sentia por causa da censura que lhe era feita, não o deixou continuar a escutar para chegar à conversão. É a amarga experiência da recusa da pregação que leva inevitavelmente a endurecer o coração até torná-lo malvado. Herodes, ainda que de má vontade, deixou-se levar pelos eventos, ainda que só de natureza caprichosa e tornou-se homicida. Qualquer prioridade foi alienada: a palavra dada foi mais importante do que a vida do profeta. E Herodes decidiu mandar decapitar João Baptista. Do coração pervertido de Herodes nasceu o homicídio e a tentativa de fazer triunfar o mal sobre o bem. Diferente tinha sido o comportamento daqueles que acorriam ao Jordão para escutar João Baptista: eles acorriam reconhecendo serem pecadores necessitados de perdão, de mudança, de salvação. O testemunho de João Baptista - acontece a mesma coisa sempre que o Evangelho é proclamado - prepara o coração para acolher o Senhor. Aconteceu o mesmo a alguns dos seus discípulos que, depois de o terem ouvido falar de Jesus, começaram a segui-l’O. Não escutar a voz do profeta, não levar em conta as suas palavras que exortam ou que corrigem, significa decapitar a Palavra tornando ineficaz a sua premente exortação para acolher o Senhor. Não procuramos no deserto uma cana agitada pelo vento, isto é, uma das muitas imagens que vemos sem compreender; nem sequer procuramos um homem vestido com roupas finas, porque eles moram em palácios de reis como as muitas certezas falsas do bem-estar. Deixemo-nos questionar por aquele que nos indica o Senhor presente no mundo, porque é o Homem da espera. E só quem sabe esperar, que se desperta do sono, reconhece a salvação presente.


29/08/2014
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri