Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 16,1-8

Disse ainda Jesus aos discípulos:
«Havia um homem rico, que tinha um administrador; e este foi acusado perante ele de lhe dissipar os bens.

Mandou-o chamar e disse-lhe: ‘Que é isto que ouço a teu respeito? Presta contas da tua administração, porque já não podes continuar a administrar.’

O administrador disse, então, para consigo: ‘Que farei, pois o meu senhor vai tirar-me a administração? Cavar não posso; de mendigar tenho vergonha.

Já sei o que hei-de fazer, para que haja quem me receba em sua casa, quando for despedido da minha administração.’

E, chamando cada um dos devedores do seu senhor, perguntou ao primeiro: ‘Quanto deves ao meu senhor?’ Ele respondeu: ‘Cem talhas de azeite.’ Retorquiu-lhe: ‘Toma o teu recibo, senta-te depressa e escreve cinquenta.’ Perguntou, depois, ao outro: ‘E tu quanto deves?’ Este respondeu: ‘Cem medidas de trigo.’ Retorquiu-lhe também: ‘Toma o teu recibo e escreve oitenta.’ O senhor elogiou o administrador desonesto, por ter procedido com esperteza.
É que os filhos deste mundo são mais sagazes que os filhos da luz, no trato com os seus semelhantes.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

Quem lê o Evangelho com continuidade, depara-se frequentemente em parábolas. É uma das maneiras habituais que Jesus tinha para comunicar o Seu ensinamento. Ele, Mestre bom e atento, queria que os discípulos compreendessem as Suas palavras não como ensinamentos abstractos, mas como palavras para a própria vida concreta. Por isso, prefere a linguagem da parábola, cheia de simbolismo e concretismo. Também desta vez, aproveita a ocasião de uma situação real: um administrador, acusado de má gestão, é chamado pelo seu patrão para que lhe preste contas, antes de o despedir. Jesus, a este ponto, descreve a habilidade deste administrador em assegurar-se o futuro. Com efeito, chama um por um os devedores do seu senhor e reduz notavelmente a cada um deles o valor da dívida. Obviamente todos os devedores ficar-lhe-ão reconhecidos, uma vez que ele será despedido pelo seu patrão. Terminada a história, Jesus elogia o administrador infiel e conclui: “Os que pertencem a este mundo, são mais espertos... do que aqueles que pertencem à luz”. Obviamente, Jesus não quer exortar os presentes a defraudar o patrão como aquele administrador. A intenção da parábola é a de realçar a habilidade e a capacidade de previsão do administrador em relação ao futuro que o espera. Jesus pede aos discípulos para fazerem de tudo, podemos dizer, com a mesma astúcia daquele administrador, para ganharem o Reino de Deus. Infelizmente, os discípulos deixam-se muitas vezes levar pela resignação perante os eventos da vida e não usam aquela energia semelhante à do administrador infiel, decerto não para se salvarem a si mesmos, mas para realizarem um mundo mais justo. Jesus faz-lhes notar que aqueles que raciocinam conforme a mentalidade do mundo, fazem de tudo para se assegurarem um futuro sem problemas. Por sua vez, muitas vezes, os “filhos da luz”, os Seus próprios discípulos, não prestam a mesma atenção, a mesma paixão para se assegurarem o Reino do Céu. A página evangélica exorta-nos também a nós à criatividade do amor, a não nos resignarmos diante das dificuldades e muito menos a não nos abandonarmos na nossa preguiça. É neste contexto que podemos compreender ainda mais a exortação de Jesus aos Seus discípulos: “Sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mt 10, 16). Devemos estar cientes que nos aguarda um compromisso árduo para fazer crescer o amor e a paz entre todos.


07/11/2014
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical