Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Recordação de Gigi, uma criança de Nápoles, que morreu de modo violento. Com ele recordamos todas as crianças que sofrem ou que morreram devido à violência dos homens. Oração pelas crianças.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Números 24,2-7.15-17

Balaão levantou os olhos e viu Israel acampado por tribos. Desceu sobre ele o Espírito de Deus e ele proferiu o seu oráculo, dizendo:
«Oráculo de Balaão, filho de Beor,
oráculo do homem de olhar penetrante;

oráculo do que escuta as palavras de Deus,
que tem a visão do Omnipotente,
que se prostra, mas de olhos abertos.

Como são belas as tuas tendas, ó Jacob,
as tuas moradas, ó Israel!

Estendem-se como os vales,
como jardins junto de um rio!
O Senhor plantou-as
como árvores de aloés,
como cedros junto das águas!

A água escorre de seus reservatórios
e suas sementeiras têm água abundante.
O seu rei é mais forte que Agag, e exalta o seu reino!

E Balaão pronunciou o seu oráculo, dizendo:
«Oráculo de Balaão, filho de Beor,
oráculo do homem de olhar penetrante.

Oráculo daquele que escuta as palavras de Deus,
e conhece a sabedoria do Altíssimo,
que tem a visão do Omnipotente,
que se prostra, mas de olhos abertos.

Eu vejo, mas não para já;
contemplo-o, mas ainda não próximo:
uma estrela surge de Jacob
e um ceptro se ergue de Israel.
Derrubará as frontes de Moab
e o crânio de todos os filhos de Set.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

Israel já está próximo do fim do caminho no deserto. A sua entrada na Terra Prometida por Deus é, no entanto, impedida por Balac, rei de Moab. Este, opõe-se de maneira decidida à passagem do povo de Israel. E, para ser ainda mais eficaz nesta sua oposição, assolda Balaão, um famoso e poderoso adivinho da região da Mesopotâmia, para que faça um sortilégio contra Israel e o amaldiçoe. Mas o Senhor, que está ao lado e que guia com força o Seu povo, intervém e transforma este adivinho, contra a vontade dele e do rei que o assoldou, em profeta para Israel. O trecho, retirado do livro dos Números, propõe alguns versículos do terceiro e do quarto dos oráculos proferidos por Balaão que significa “devorador”. Ele, apesar do seu nome e da sua origem, recebe o Espírito de Deus e refere o que recebe do Senhor. Escreve o texto: “ouve as palavras de Deus e conhece a ciência do Altíssimo” e “vê aquilo que o Todo-poderoso mostra”. O Senhor fala ao Seu povo de todas as maneiras. Desta vez, através de um homem a soldo do inimigo. E ele, profeta contra a sua vontade, descreve a prosperidade e a fecundidade da terra que Israel está para receber. Ele exclama: “Como são belas as tuas tendas, Jacob, e as tuas moradas, Israel! São como vales que se estendem, como jardins nas margens de um rio, como árvores perfumadas que o Senhor plantou, como cedros ao longo das águas”. E, depois, Balaão, olhando ainda para mais longe: “Uma estrela avança de Jacob, um ceptro levanta-se de Israel”. O “profeta”, através da imagem do ceptro e da estrela, indica o Messias que trará a salvação a todo o povo. A tradição cristã leu estas palavras olhando para Jesus. E a Liturgia da Igreja convida-nos a meditar sobre elas poucos dias antes do Natal para nos podermos dispor a acolher Aquele que vem salvar o mundo inteiro do pecado e da morte. Podemos dizer que a profecia de Balaão, profeta contra a sua vontade é, na verdade, o grito de salvação que provém de todas as terras, de todos os povos, em particular, dos mais oprimidos. É para o mundo inteiro que aquela profecia ainda hoje ecoa: para que, para todos, a Terra se torne num jardim e o Senhor seja o Pai de todos.


15/12/2014
Oração pela Paz


Calendário da semana
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
12
Segunda-feira, 12 de Dezembro
Oração pelos pobres
DEZ
13
Terça-feira, 13 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
14
Quarta-feira, 14 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
15
Quinta-feira, 15 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
16
Sexta-feira, 16 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
17
Sábado, 17 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
18
Domingo, 18 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri