Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de São João, apóstolo e evangelista, “o discípulo que Jesus amava” e que sob a Cruz tomou consigo Maria, como sua mãe.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Glória a Deus nas alturas!
E na terra paz aos homens!

Aleluia aleluia, aleluia

I São João 1,1-4

O que existia desde o princípio,
o que ouvimos,
o que vimos com os nossos olhos,
o que contemplámos e as nossas mãos tocaram
relativamente ao Verbo da Vida,

de facto, a Vida manifestou-se;
nós vimo-la,
dela damos testemunho
e anunciamo-vos a Vida eterna
que estava junto do Pai
e que se manifestou a nós

o que nós vimos e ouvimos,
isso vos anunciamos,
para que também vós estejais em comunhão connosco.
E nós estamos em comunhão com o Pai
e com seu Filho, Jesus Cristo.

Escrevemo-vos isto para que a nossa alegria seja completa.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Alleluia, alleluia, alleluia.
Alleluia, alleluia, alleluia.
Alleluia, alleluia, alleluia.

Aleluia aleluia, aleluia

A partir de hoje, memória do apóstolo João, e até ao fim do tempo litúrgico do Natal, a Igreja faz-nos ler como primeira leitura da liturgia eucarística a primeira carta de João. O autor começa esta sua carta de maneira análoga à do início do quarto Evangelho, recordando o mistério do Verbo que se fez carne. João, que viveu durante três anos com Jesus e, portanto, foi testemunha da Sua vida, quer comunicar aos seus leitores que o Evangelho não é uma doutrina abstracta mas uma pessoa concreta: Jesus de Nazaré. E a fé que nos torna cristãos, não é a adesão a uma doutrina mas, precisamente, o encontro pessoal com Jesus. Por isso, tal como aconteceu com ele, o apóstolo quer que quem lê possa viver a sua própria experiência, isto é, deseja como que fazer tocar com as mãos, fazer ver com os olhos, fazer ouvir com os ouvidos Jesus e o Seu mistério. Esta experiência - observa João – não se realiza de maneira abstracta e solitária, ela só é possível entrando na comunidade cristã que afunda as suas raízes no testemunho apostólico, isto é, naquilo que os apóstolos viram, tocaram e ouviram. João sugere que é no escutar a Palavra de Deus, na celebração da Liturgia e na vida comum com os irmãos que os crentes vivem a experiência do encontro e da comunhão com o Pai e o Filho, como o fizeram os primeiros discípulos. Jesus, dizendo ao incrédulo Tomé na tarde da Páscoa: “Felizes os que acreditam sem terem visto” (Jo 20, 29), delineava a maneira como se processaria a experiência de fé dos discípulos de todos os tempos. O encontro com o Senhor ressuscitado processa-se só no âmbito da experiência de fé da comunidade cristã. A comunhão com Deus passa de maneira inequívoca através da comunhão com os irmãos e as irmãs da comunidade que se reúne em nome do Senhor. E o crente, inserido na comunidade torna-se, por sua vez, testemunha do mistério de Jesus para a geração do seu tempo. É caminhando na senda desta tradição viva de irmãos e de irmãs que a nossa alegria será perfeita e contagiosa.


27/12/2014
Oração dos Apóstolos


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri