Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

Hebreus 2,5-12

Deus não submeteu aos anjos o mundo futuro de que falamos. Mas alguém, em certo lugar, atesta, dizendo: Que é o homem, para que te recordes dele, ou o filho do homem para que cuides dele? Fizeste-o por um pouco inferior aos anjos, coroaste-o de honra e de glória, submeteste tudo aos seus pés.
Ora, ao submeter-lhe tudo, nada deixou que não lhe estivesse sujeito. Contudo, ainda não vemos que tudo lhe esteja sujeito.

Vemos, porém, Jesus, que foi feito por um pouco inferior aos anjos, coroado de glória e de honra, por causa da morte que sofreu, a fim de que, pela graça de Deus, experimentasse a morte em favor de todos. Convinha, com efeito, que aquele por quem e para quem existem todas as coisas, querendo levar muitos filhos à glória, levasse à perfeição, por meio dos sofrimentos, o autor da sua salvação. De facto, tanto o que santifica, como os que são santificados, provêm todos de um só; razão pela qual não se envergonha de lhes chamar irmãos, dizendo: Anunciarei o teu nome aos meus irmãos, no meio da assembleia te louvarei;

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

“O que é o homem, para dele te lembrares ou o ser humano, para que o visites?”. A citação do salmo 8 é feita pelo autor da Carta para recordar aos crentes o extraordinário amor de Deus: para salvar o homem do poder do mal e da morte, não só não fica a olhar do alto dos Céus, mas envia o Seu próprio Filho para que cuide de nós e nos salve. Para o Senhor, os homens não são uma futilidade, são o objecto do Seu amor. Até deixa o Céu para vir ter connosco e salvar-nos! Às vezes, pensamos que Deus nos abandonou, que está distante, que está surdo às nossas invocações, insensível ao nosso sofrimento. Na verdade, somos nós que estamos distantes, que estamos concentrados em nós mesmos que nem sequer nos apercebemos que Deus está perto de nós, muito mais perto daquilo que pensamos. Deus enviou para a Terra o Seu Filho para que carregasse às costas toda a mole de sofrimentos humanos, para que provasse a violência do mal a fim de derrotá-lo também por nós. Portanto, Deus não está longe de nós, antes pelo contrário, quando o sofrimento nos acomete, aproxima-Se de nós até tomar para Si a nossa dor e os nossos sofrimentos. O Seu amor por nós é deveras ilimitado. Por amor envia o Seu próprio Filho para a Terra para “conduzir para a glória um grande número de filhos” (v. 10). Por isso, o Filho desceu até às profundezas da história humana para reunir todos e levá-los salvos para o Céu. Tornou-Se assim, no “Iniciador da salvação” (v. 10) de todos os homens. Era o Filho do Altíssimo mas não Se envergonhou de nós, dos nossos pecados, da nossa pobreza. Antes pelo contrário, disse ao Pai: “Vou contar a tua fama aos meus irmãos; vou louvar-te no meio da assembleia” (v. 12). Para aqueles cristãos que viviam sob a ameaça das perseguições e do sofrimento, este anúncio era uma grande consolação. Acolhamos também nós estas palavras porque ainda hoje são fonte de consolação para quem sofre e para os oprimidos. Jesus tornou-se no “sumo-sacerdote” para os crentes e para toda a humanidade. É a primeira vez que no Novo Testamento se utiliza para Jesus o título de “Sumo-sacerdote”. Isso não O afasta dos homens, antes pelo contrário, revela-O como o verdadeiro intercessor que salva. Na comunhão que liga o Pai, o Filho e a comunidade dos irmãos e das irmãs, contemplamos o mistério da própria Igreja que é uma comunidade admitida à presença de Deus pelo sumo-sacerdote, Jesus Cristo. Unidos a Jesus, também nós nos tornamos sacerdotes que intercedem junto do altar de Deus em prol dos doentes, dos perseguidos e de toda a humanidade.


13/01/2015
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri