Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

As Igrejas do Oriente e do Ocidente celebram hoje a anunciação do Senhor a Maria.


Leitura da Palavra de Deus

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

São Lucas 1,26-38

Ao sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem chamado José, da casa de David; e o nome da virgem era Maria. Ao entrar em casa dela, o anjo disse-lhe: «Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo.» Ao ouvir estas palavras, ela perturbou-se e inquiria de si própria o que significava tal saudação. Disse-lhe o anjo: «Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus. Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Será grande e vai chamar-se Filho do Altíssimo. O Senhor Deus vai dar-lhe o trono de seu pai David, reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim.» Maria disse ao anjo: «Como será isso, se eu não conheço homem?» O anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo estenderá sobre ti a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer é Santo e será chamado Filho de Deus. Também a tua parente Isabel concebeu um filho na sua velhice e já está no sexto mês, ela, a quem chamavam estéril, porque nada é impossível a Deus.» Maria disse, então: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.» E o anjo retirou-se de junto dela.

 

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

A Liturgia da Igreja quer-nos fazer recordar, com uma particular memória, o dia em que o anjo foi enviado a Nazaré para anunciar a Maria que se tornaria na mãe de Jesus. O Evangelho não nos leva para o Templo de Jerusalém, antes pelo contrário, leva-nos para um mísero tugúrio onde se encontra uma adolescente, sozinha, com um nome muito comum: Maria. O anjo entra e saúda-A. Maria é uma jovem como muitas; vive uma vida normal na aldeia. E, no entanto, sobre Ela se pousou o olhar de Deus; desde a Sua concepção foi escolhida para ser a Mãe do Salvador. Desde a Sua concepção, Deus tinha-A preservado, tinha-A protegido, tinha-A, podemos dizer, embelezada, purificada de qualquer mácula, para que pudesse acolher o Senhor Jesus. Por isso é que o anjo Lhe pode dizer: “Alegra-Te, cheia de graça”. É verdade, Maria está cheia do amor de Deus. E nisto, Ela é a primeira de todos nós; isto é, Aquela que com maior profundidade sabe escutar a Palavra do Senhor. Ela, com efeito, mal ouve as palavras do anjo, fica preocupada. Mas o anjo conforta-A: “Não tenhas medo Maria porque encontraste graça diante de Deus. Conceberás um filho e dar-lhe-ás o nome de Jesus”. É uma notícia que A perturba ainda mais profundamente. Também porque ainda não tinha ido viver com José. E di-lo: “Como vai acontecer isso, se não vivo com nenhum homem?”. Mas, o anjo insiste: “O Espírito Santo virá sobre Ti e o poder do Altíssimo Te cobrirá com a sua sombra”. Podemos imaginar a agitação de pensamentos que se desencadeiam no coração desta jovem! Podia dizer não e ficar tranquila continuando a Sua vida de sempre. Poderia tê-lo feito, certamente, mas subtrair-se-ia deste modo aos desígnios de Deus. Se, pelo contrário, responde sim, na melhor das hipóteses aparecerá como uma mãe solteira. Maria, no entanto, não contando com as Suas forças mas unicamente nas palavras do anjo, responde: “Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra”. Ela, a primeira amada de um modo assim tão grande por Deus, é a primeira a responder à palavra do anjo com total aceitação. Maria, a primeira dos crentes, dá-nos o exemplo de como escutar a Palavra de Deus. A Sua obediência está na raiz da salvação. Naquele dia, naquele “sim”, é derrotada a desobediência dos antepassados e começa o tempo da redenção. Juntamente com Maria aprendamos a acolher o Evangelho no nosso coração. Participaremos, assim, no Mistério da Salvação.


25/03/2015
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical